em

Filhote ameaçado de extinção é achado por família no quintal de casa

Um raro gato-pescador, recém-nascido, é encontrado e pode contribuir para conservação da espécie

Esta semana, uma família tailandesa teve um grata surpresa ao olhar pela janela de sua casa. Um pequeno gatinho, recém-nascido, estava à porta de sua casa. Sem visualizarem a mãe por perto, a família resolveu abrigar o filhote.


Ao observarem mais atentamente, desconfiaram de que não se tratava de um gato comum. Assim, decidiram procurar uma organização de resgate de animais selvagens para obter ajuda. “Encontramos o filhote com muito frio e fome, por isso decidimos levá-lo até o WFFT Wildlife Hospital. Procuramos segurar o gatinho bem próximo ao peito, para que ele pudesse se manter aquecido.”


O grupo de salvamento da Wildlife Friends Foundation Thailand (WFFT), ao resgatar o bebê-gato confirmou a suspeita da família. O pequeno gato faz parte de uma espécie rara, ameaçada de extinção: o gato-pescador.

Ameaçados pelo homem

Duas vezes maior do que um gato doméstico, esta espécie pode ser encontrada do Sudeste da Ásia. Como seu próprio nome diz, ela difere-se dos outros felinos por amarem a água e muitas vezes recorrem à rios e lagos para encontrarem alimentos. Contudo, devido a caça descontrolada e a destruição de seu habitat natural, os gatos-pescadores estão entre os animais ameaçados de extinção.

Uma das integrantes da organização relata a surpresa ao ver um filhote tão pequeno longe de sua mãe, “fomos surpreendidos ao encontrar o minúsculo gato-pescador, que claramente havia nascido há algumas horas. Ficamos curiosos em saber como o filhote poderia ter sido encontrado longe da ninhada.”

O que a integrante não sabia, era que a família que encontrou o pequeno gatinho estava familiarizada com esta rara espécie. Eles relataram aos resgatadores que a mãe do gatinho-pescador havia sido criada por eles até a idade adulta e depois liberta novamente à natureza. Por isso, a gata se sentiu segura para dar à luz aos seus filhotes próximos à casa da família.


A gata é vista ocasionalmente próxima à casa da família que encontrou o filhote. “Na última vez que a vimos, ela estava movendo seus filhotes pelo pátio para um local mais seguro. Ela provavelmente deve ter deixado este cair durante a mudança”, relata um membro da família. “Esperamos que a gata mãe retornasse para buscar seu filhote, mas como isso não aconteceu, decidimos procurar a ajuda do WFFT.”

Futuro

Com o nome de Simba, o filhote já carrega consigo a responsabilidade de conservar a sua espécie. “O gato-pescador está entre os animais de pequeno e médio porte mais ameaçados de extinção no Sudeste da Ásia. Assim, há um alto risco de serem extintos”. Na Tailândia, especificamente, a população de gatos-pescadores diminuiu bruscamente nos últimos três anos. Daqueles que eram monitorados por colares de rádio, 84% já estão mortos, possivelmente vítimas da caçada ou da destruição dos lugares onde vivem.


Para garantir que o pequeno Simba cresça saudável, a veterinária criou um ambiente perfeito para seus cuidados. Agora, só o tempo dirá qual será o destino de Simba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Abandonado com 36 horas de vida, bebê sobrevive graças ao amor

Conheça essa receita caseira para combater unhas fracas e queda de cabelo