em

Garoto que estudava pelos livros do lixo passou em exame com mérito!

Esta é uma história que devia inspirar todos! Conheça o caso aqui!

Esta história revela o espírito de luta de Thompson Vitor, com apenas 15 anos. Ele vem de uma família humilde, e a sua mãe trabalha como catadora de lixo. Ele foi aprovado no exame do curso de Multimídia, em primeiro lugar, do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN). Temos sempre que insistir nos nossos sonhos e lutar por eles, por muitas dificuldades que possamos encontrar.

História de Thompson Vitor

Não haver dinheiro não deveria ser motivo para deixar a escola mas, infelizmente, essa é uma realidade de muitas das nossas crianças! No caso de Thompson, além da sua família ter pouco dinheiro, a escola ficava longe. Mas ainda assim, ele levantava-se sempre às 5h30 e fazia de bicicleta um percurso de seis quilômetros em direção à escola, em Alecrim, na comunidade de Paço da Pátria, em Natal. Depois das aulas, ele ainda estudava durante a tarde e lia os livros que a sua mãe recolhida no trabalho.

Dona Rosângela, a mãe de Vitor, diz que guardava os livros que outras pessoas jogavam fora e levava para os filhos. Eram livros bonitos que eles pegavam para estudar. Desta forma, a senhora fomentava o gosto deles pela leitura.

Não foi de primeira, mas Vitor não desistiu!

Já no ano de 2014, o garoto tinha tentado o exame, mas não tinha sido aprovado por falta de nota. Considerou desistir, contudo os seus professores deram-lhe motivação para estudar mais. Assim, persistindo, conseguiu atingir o seu objetivo! Ele garante que não estuda porque é obrigatório, mas sim porque gosta! Sente que o estudo é uma arte! Apenas é necessário manter o foco, é esse o segredo, diz ele.

Os seus pais estão muito satisfeitos com o percurso do filho, visto eles não terem tido oportunidade de terminar a escola fundamental. A mãe contente pelo feito do filho, fala que se cansava de escutar que os filhos dos pobres não davam nada na vida. Então, quis demonstrar que isso é mentira e que os seus filhos terão um futuro maravilhoso pela frente. E nós também acreditamos que assim será!

Resumindo e concluindo…

É fantástica esta história! Os planos que fazemos podem virar realidade, se trabalharmos com afinco e não desistindo nos primeiros obstáculos. Vitor, em um ambiente pouco favorável e tendo que batalhar para conseguir o que muitas pessoas têm com muito mais facilidade (e, por vezes, não dão o devido valor), conseguiu o seu objetivo, tendo como maior entusiasta a sua mãe.

Esta humilde catadora de lixo sem dinheiro para comprar livros ou pagar cursos, mostrou aos seus filhos que deviam concentrar-se na busca por sabedoria. Dona Rosângela merece a nossa maior consideração. Como mãe, abriu as portas aos sonhos dos seus filhos por uma vida melhor! Quanto ao Thompson, só temos que lhe dar os parabéns pela sua persistência e luta para conseguir passar na prova. Tudo foi possível graças à sua dedicação ao estudo e pelo incentivo da mãe que tem. Esse foi um exemplo do ditado “o lixo de uns, é o tesouro de outros”. Esperamos por muito mais histórias como essa.

Compartilhe essa história. É sempre bom receber notícias boas e ter esperança no futuro!

156 Comments

Leave a Reply
  1. Parabéns a esse rapaz ,mesmo com a escola sendo tão distante, não mediu esforços foi ao encontro lutou e sem recursos para obter material ,fez uso de livros que sua mãe catava nas ruas .E o mais importante é que ele gostava de ler .

  2. Parabéns garoto e a sua mãe,que com toda a humildade e tantas dificuldades que passam você é o orgulho dela,para mim você serve de exemplo para muitos jovens com situação bem sucedida e são vagabundos não querem nada com a vida é ainda reclamam,são poucos iguais a você que se dão bem na vida com o seu próprio esforço,força rapaz que você vai longe.

  3. Referência positiva para os jovens brasileiros entenderem a necessidade de investir em leitura e estudo. Quando faltam recursos financeiros, precisa abundar esforço e dedicação. Acreditar no próprio potencial também e fundamental. Só os verdadeiramente fortes persistem apesar dos percalços

  4. Olhem o exemplo desse jovem, não tem vergonha da mãe que tem, é estudioso, foi atrás de seu futuro melhor, tanto para ele como para sua família. Pensou bem, não entrou para o mundo do crime e muito menos superlotar prisões. Isso significa que sua família é de bem e não do crime.

  5. Exemplos de que existem muitos jovens que precisam de incentivos ..trabalho de educadores projetos sociais direcionados parcerias com as empresas para não crescer a criminalidade.

  6. Parabéns menino do bem!!!! Esta aí uma prova de que classe social não é a causa da criminalidade!!!! Pra mim quem incentiva o aumento da criminalidade é a impunidade!!!! Falta aplicação correta da lei… não adianta construir mais presídios se as leis não forem mudadas.

  7. Enquanto isso os manos vítimas da sociedade amparados pelas leis arcaicas seguem roubando e matando nasceram vagabundos e vão morrer vagabundos parasitas com o aval da Maria do Rosário da OAB e tantos outros que passam a mão na cabeça de bandidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0

Comentários

comentários

Viu uma formiga a passar por cima de algum alimento? Então, não coma!

Descongestionante nasal: conheça os riscos e como substituí-lo