fake news sobre covid-19
Crédito: Freepik
em

6 Fake news sobre covid-19: cuidado com as falsas notícias

Não acredite em tudo o que recebe por WhatsApp, e muito menos compartilhe sem ter certeza de que é verdade

Desde que o mundo começou a falar em coronavírus, no final de 2019, quando ainda nem era uma pandemia, já começaram também a surgir as fake news. E o grande problema é que elas ganham força com os compartilhamentos dos que acreditam em tudo o que leem sem pesquisarem a fundo antes de pensar em compartilhar. Então, para que você não cometa esse erro e acabe prejudicando a sua vida e a dos outros, veja quais são as principais fake news sobre covid-19 até agora.

Notícias falsas sobre o coronavírus

algumas fake news sobre covid-19
Crédito: Freepik

Ao compartilhar as fake news sobre covid-19 você está incentivando o pânico e negligenciando as verdadeiras medidas que as pessoas devem tomar nesse período de pandemia. Então, veja o que não deve ser compartilhado se você receber via redes sociais e WhatsApp:

1. Coronavírus é uma gripe

Mentira. O coronavírus não faz parte da mesma família de vírus que transmite a gripe ou o resfriado. Estes são os vírus Influenza. Porém, alguns sintomas são bem parecidos, como febre, tosse, coriza, e a possibilidade de evoluir para problemas pulmonares em alguns casos. Mesmo assim, não são a mesma coisa.

2. Beneficiários do Bolsa Família vão receber R$ 470 para comprar produtos de limpeza e máscaras

Mentira. Essa foi mais uma das mensagens de WhatsApp que circularam pelo aplicativo e que muitos dos beneficiários do Programa Bolsa Família ficaram tentados a acreditar. Porém, o Ministério da Cidadania já desmentiu a falsa notícia. Para saber o que se passa acerca do Bolsa Família nesse período de pandemia de coronavírus, a fonte mais segura é o site do Ministério da Cidadania.

3. Já existe cura para o coronavírus

Mentira. Existem muitas equipes de biotecnologia pelo mundo estudando possíveis vacinas para o controle da pandemia do novo coronavírus. Mas, não se pode afirmar que existe uma cura.

A doença é curável, sim, com tratamento adequado a cada caso de pessoa já infectada, mas não são reais as notícias de WhatsApp que falam sobre existir uma cura para o coronavírus, seja com vacina ou com remédios caseiros milagrosos.

4. Teste caseiro para diagnosticar o novo coronavírus

Mentira. Pare de acreditar em qualquer tipo de notícia que traga receitas caseiras, seja para diagnosticar ou tratar coronavírus. O diagnóstico da doença só pode ser feito via testes feitos em hospitais e laboratórios.

Circulou pelas redes que era possível fazer um teste caseiro segurando a respiração por 10 segundos. Se a pessoa conseguir fazer isso sem tossir, não está infectada. Esse teste não faz o menor sentido, até porque existem muitos infectados que sequer apresentam sintomas.

5. Professor e médico da Unifesp afirma que o vírus está longe de ser letal

Mentira. De fato o tal professor liberou na internet um vídeo afirmando que o coronavírus não é letal. Porém, ele estava propagando uma fake news sobre covid-19, já que a doença pode sim ser letal em alguns casos. Não é motivo para entrar em pânico, porém, não se pode tratar de uma pandemia como esta sem qualquer preocupação. É um ato irresponsável com a sua vida e a dos outros.

6. Coronavírus causa pneumonia de imediato

Mentira. O Ministério da Saúde informa que os principais sintomas da covid-19 são febre, tosse e dificuldade para respirar. Em algumas pessoas, geralmente debilitadas e com o sistema imunológico comprometido ou mais fraco, existe o risco de essa dificuldade para respirar evoluir para pneumonia, mas não ocorre de imediato.

A recomendação é que somente quando uma pessoa estiver sentindo dificuldade para respirar e desconfiar que pode ser por causa de coronavírus é que deve entrar em contato com uma unidade de saúde mais próxima para pedir atendimento.  Do contrário, se tiver apenas febre, tosse e mal estar, deve se tratar em casa, fazendo repouso, bebendo muita água, tomando banhos quentes e, se necessário, aliviar os sintomas com paracetamol.

Cuidados de higiene para prevenir a covid-19

  • Mantenha desinfetados objetos de uso frequente, como celulares, brinquedos, bancadas, maçanetas e corrimões;
  • Lave o rosto, em especial as narinas, sempre que chegar em casa e algumas vezes ao dia caso trabalhe fora;
  • Em seguida, lave muito bem as mãos com água e sabonete, secando com toalha de papel;
  • Mesmo se não sair de casa, lave as mãos com frequência, usando água corrente e sabonete de qualquer tipo, de preferência secando com toalha descartável;
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como copos, talheres e toalhas;
  • Mantenha a casa e o local de trabalho bem ventilados;
  • Não cumprimente as pessoas com as mãos ou dando beijinhos. Mantenha pelo menos 1 metro de distância;
  • Cubra o nariz e a boca com o braço se precisar tossir ou espirrar;
  • Respeite a quarentena e fique dentro de casa com sua família o máximo de tempo possível.
hipertensão é fator de risco

Por que hipertensão é fator de risco para coronavírus?

iniciativas

Iniciativas que estão ajudando as pessoas a lidarem com a quarentena