em

AmeiAmei

Histórias emocionantes de resgate de gatos com lábio leporino

Estudante de veterinária e criança deficiente são os protagonistas desses relatos de amor aos animais.
gatinho resgatado
Crédito: Pixnio

Histórias de animais abandonados, são sempre de partir o coração, porque os animais são pequenos e indefesos. Por isso, muitas vezes é impossível ignorar um bichinho passando fome na rua.

Há muitas pessoas que não conseguem simplesmente virar as costas para uma situação precária. E são anjos como o menino Madden e uma estudante de veterinária que nos mostram que há fé em um mundo melhor.

Menino deficiente adota gatinha com a mesma deficiência

Nos Estados Unidos, um menino chamado Madden, de 7 anos, nasceu com uma característica particular. Ele tem heterocromia, uma mudança genética que faz com que os olhos tenham cores diferentes. Além disso, Madden nasceu com lábio leporino.

A mãe desse garoto,Christina Humphreys, estava tendo um dia normal quando se deparou com uma postagem em uma rede social que anunciava um gatinho para adoação. O bichano havia sido rejeitado por ter lábio leporino e heterocromia. Incrédula, Christina não conseguiu acreditar quando viu a foto do animal. Os detalhes do rosto do gato eram iguais aos do filho.

Ela atravessou o Estado para levar seu filho e adotar o animal de estimação. “Assim que os dois se conheceram foi amor à primeira vista! Chamamos o gatinho de Moon e ele foi a melhor companhia para o meu filho. Ele sofre tanto com o bullying por causa do lábio leporino e o gatinho está ajudando muito. Todo mundo precisa de amigos e todo mundo precisa de alguém com quem se identifique. Eu sou muito grata por esse gatinho e eu espero que ele ajude meu filho a perceber que ser único não é algo ruim, mas sim algo incrível”, contou a mamãe para os jornais locais.

Veja abaixo a imagem emocionante:

menino e gato com lábio leporino
Crédito: Arquivo pessoal

Estudante de veterinária resgata filhotinho de gato

Essa outra gatinha também foi abandonada por ter lábio leporino. Levada para o Colégio de Veterinária na Universidade da Flórida, ela foi avaliada e detectaram que, além da condição genética, seu estado geral estava precário. Ela tinha infecção nas vias respiratórias, forte micose e não conseguia se alimentar.

Foi quando uma estudante de veterinária, a coordenadora de gatos da Helping Hands Pet Rescue (Mãos Ajudantes de Resgate de Animais), resolveu embarcar no desafio de cuidar 24 horas e salvar o animalzinho. Primeiro começou a estimular sua alimentação através de uma seringa, e sem descanso, deu os diversos banhos diários para que a gatinha conseguisse se livrar da terrível micose.

Ela a levava para todos os lugares, com o apoio dos amigos, dando comida e atenção continua, até que ela pudesse, finalmente, comer sozinha. Ela começou a melhorar e a mostrar sua personalidade esperta e alegre. Mas seu destino teve uma virada e Smush, já recuperada, achou seu lar quando teve um encontro com um fotógrafo.

Shannon também é voluntário em resgates de animais, assim como sua esposa Sarah, e eles se apaixonaram não restando dúvidas de que aquela era sua gatinha. Eles a adotaram, a levaram para casa e agora Smush faz parte da família!

Veja o antes e depois da gatinha:

gatinha abandonada por ter lábio leporino
Crédito: Arquivo pessoal

Tem alguma história legal de resgaste de animais para compartilhar com a gente? Coloque nos comentários e nos conte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
O café atrapalha seu emagrecimento e prejudica sua saúde
Anote essa deliciosa receita de creme de fruta