esquistossomose
Crédito: Freepik
em

Meu Deus!Meu Deus!

Esquistossomose: saiba o que é, sintomas e transmissão

Essa doença pode começar sem apresentar sintomas, mas se não tratada pode levar a óbito

Existem algumas doenças no Brasil que chegam a criar surtos por causa da falta de saneamento básico e de maus hábitos de higiene da população, especialmente dos que residem em áreas de risco de contaminação por falta de recursos. Uma dessas doenças é a esquistossomose, já ouviu falar? Ela também é popularmente chamada de xistose, barriga d’água ou doença dos caramujos.

Veja também: doenças causadas por parasitas

O que é?

De acordo com o Ministério da Saúde, a esquistossomose é uma doença causada pelo parasita Schistosoma mansoni. A princípio pode não apresentar sintomas, mas ao evoluir sem tratamento pode resultar em doenças crônicas e até em óbito.

Como acontece a transmissão?

Para que a transmissão aconteça, a pessoa precisa entrar em contato com a água doce contaminada. Em regiões com falta de saneamento é comum que o esgoto de banheiros seja jogado nas águas de rios.

Se nesse esgoto houver fezes contaminadas, os ovos que estão nas fezes vão eclodir e contaminar os caramujos da água. Os caramujos servem como hospedeiros das larvas, onde irão se reproduzir durante 4 semanas. Depois elas abandonam os caramujos e ficam livre na água.

Até então as larvas não fazem nada, mas se uma pessoa entrar nessa água, seja para nadar, lavar roupa ou objetos, as larvas que estão soltas na água vão penetrar na pele e a pessoa estará infectada.

As larvas irão ficar alojadas nas veias do fígado e do mesentério, um órgão em forma de leque que envolve os órgãos do intestino, prendendo-os na parede abdominal. Lá, elas são liberar ovos que se prendem nos tecidos do corpo, causando os sintomas e consequências.

Sintomas

principais sintomas esquistossomose
Crédito: Freepik

O período de incubação das larvas desde o momento da infecção até o aparecimento dos sintomas costuma levar de 2 a 6 semanas. Os sintomas são divididos entre a fase aguda e a cronica, que dura mais tempo.

Sintomas agudos

  • Febre;
  • Dor de cabeça;
  • Calafrios;
  • Suores;
  • Fraqueza;
  • Falta de apetite;
  • Dor muscular;
  • Tosse;
  • Diarreia.

Sintomas crônicos

  • Diarreia alternada com prisão de ventre, podendo ter sangue nas fezes;
  • Tonturas;
  • Sensação de plenitude gástrica;
  • Prurido (coceira) anal;
  • Palpitações;
  • Impotência;
  • Emagrecimento;
  • Endurecimento e aumento do fígado.

Complicações possíveis

Com a evolução da doença, devido aos sérios sintomas que afetam a saúde de modo geral, o paciente poderá sofrer aumento do fígado, aumento do baço, hemorragia digestiva, hipertensão pulmonar e pode ir a óbito.

Forma de prevenção

A esquistossomose não é transmitida de pessoa para pessoa, então a forma de prevenção é evitar o contato com a água contaminada. Se houver caramujos na água doce já deve ser considerado um sinal de alerta.

Esses caramujos que hospedam as larvas são encontrados especialmente em áreas de saneamento precário no Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste do Brasil. O controle das águas contaminadas não é de responsabilidade da população e não existe vacina para proteger conta a infecção.

3 Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

diástase abdominal

Diástase abdominal: saiba o que é e exercícios para tratar

tiamina

Tiamina: para que serve e onde encontrar vitamina B1