cuidados com espirais albuca
Crédito: Wikimedia Commons
em

Espirais albuca: aprenda a cultivar essa planta com cachinhos

Ela é linda, adorada por muitos e também é fácil de cultivar e de fazer mudas

Se você gosta de plantas com um visual exótico, vai adorar conhecer a Albuca spiralis, popularmente chamada de suculenta espiral, espirais albuca e rainha da África.

Essa planta é uma suculenta, e a sua principal característica, que faz com que seja objeto de desejo de jardineiros e cultivadores, são suas folhas em formato de espiral. Essas folhas são gordinhas, como em outras suculentas, e lembrar as folhas de uma cebolinha.

Não é tão fácil encontrá-la para vender no Brasil, mas mesmo assim, vale a pena conhecer os cuidados para cultivo. Assim, quando encontrar a sua, já vai saber como lidar com essa lindeza.

Iluminação

Crédito: Rare Plant

Essa é uma planta linda para ornamentar a casa, justamente por causa das suas folhas exuberantes que ficam bem longas quando a planta está adulta. Mas, não pode mantê-la longe do sol. Deixe-a perto de uma janela onde bata sol pleno sobre ela para que as folhas fiquem mais enroladinhas.

Dormência

Essa é uma planta perene, ou seja, ela não morre após um ciclo de vida de um ano. O que ela faz é entrar em um estado de dormência na primavera, após a floração e frutificação, e aí ela fica sem folhas. Não confunda pensando que ela morreu, pois ela vai reaparecer com lindas folhas depois, quando chegar o próximo outono.

Mesmo assim, você poderá notar que a sua Albuca vai continuar com folhas no verão. Isso quer dizer que ela é uma planta criada em estufas e modificada para se adaptar ao clima do país. Então, espere para ver como é que vai ser o ciclo dela.

Bulbo

espirais albuca cuidados
Crédito: Rare Plant

A Albuca spiralis é uma planta que tem um bulbo na sua raiz, que é uma bolinha onde ela faz reserva de água. Se for replantar a sua muda, mantenha esse bulbo com uma parte para fora da terra e o restante para baixo da terra. Do contrário, poderá apodrecer.

Substrato

Outra dica para a hora de replantar é escolher um substrato bem leve e poroso. É importante ter esse cuidado pois ela fica com muitas raízes, e assim é mais fácil para ela enraizar. Além disso, como ela já tem o bulbo que armazena água, o substrato deve ser poroso para nunca ficar água acumulada ou ela vai apodrecer.

Clima

Para quem mora em regiões muito frias, o cuidado com essa planta no inverno deve ser redobrado. Ela tolera bem temperaturas de até 7 graus positivos, mas não costuma resistir a geadas. Então, precisa ficar protegida nessa época do ano.

Já quanto ao calor não tem problema, pois é uma planta nativa da África. Apesar disso, nos dias de muito sol e calor intenso, é bom colocar uma proteção sobre o bulbo que fica fora da terra para evitar que queime.

Regas

Como é uma planta suculenta, que armazena água no bulbo e nas folhas, ela aguenta mais tempo sem regas, então é uma boa planta para quem não se lembra de regar toda semana.

Antes de regar, observe se o substrato está bem seco. Se não estiver, espere mais um pouco. As regas devem ser mais frequentes no verão e mais espaçadas no inverno. Coloque água no substrato aos poucos, até notar que está saindo água por baixo do vaso, pelos furinhos.

Reprodução

A Albuca spiralis pode ser reproduzida por sementes, por separação de bulbos ou por partes do bulbo. Veja, no vídeo abaixo, como fazer a reprodução de mudas através das casquinhas dos bulbos:

trabalho dos garis na pandemia

Saiba como é o trabalho de garis na pandemia

plantas para peitoril

6 Flores para plantar no parapeito da janela