em

Doença de Chagas: o que é, sintomas e transmissão

Essa doença pode não apresentar sintomas por muitos anos, mas quando apresenta, são graves. Saiba mais
doença de chagas o que é
Crédito: Wikimedia Commons

A doença de Chagas tem esse nome em homenagem ao cientista brasileiro Carlos Chagas, que descobriu a origem da doença, o parasita Trypanosoma cruzi. Esse parasita vive dentro do inseto chamado de barbeiro, que é o seu hospedeiro. A doença também é chamada de Tripanossomíase Americana, pelo fato de esse inseto existir principalmente no continente americano.

Essa é uma doença que muitas pessoas têm, sem saber. Estima-se que cerca de 1 milhão de brasileiros vivam infectados. Saiba quais são os sintomas, o modo de transmissão, o tratamento e a prevenção da doença de Chagas.

Sintomas da doença

principais sintomas doença de chagas
Crédito: Freepik

Para determinar os sintomas, vai depender se o paciente está na fase aguda ou na crônica. No caso da fase aguda, a doença não costuma apresentar sintomas e é por isso que muitas pessoas vivem com a doença sem saber. Quando apresenta sintomas, são:

1. Sintomas iniciais da fase aguda

Febre, ínguas no corpo todo, inchaço do baço e do fígado e vermelhidão no corpo, como se estivesse com alergia.

2. Sintomas graves da fase aguda

Inflamação do coração detectadas por eletrocardiograma, arritmia cardíaca e inflamação no cérebro.

Na fase crônica, quando a doença leva alguns meses ou até anos para ser descoberta, o parasita começa a atacar o organismo de forma mais agressiva. Os sintomas são:

3. Problemas no coração

Podem surgir depois de muitos anos com a doença. A pessoa vai ter arritmia cardíaca e outros problemas de coração. Precisa ser diagnosticada corretamente para que o problema não seja tratado como sendo outra causa.

4. Problemas no sistema digestivo

Também depois de um bom tempo com o parasita alojado na corrente sanguínea é que a pessoa infectada poderá começar a sentir dilatação do esôfago, intestino preso e dificuldade para engolir os alimentos.

Modo de transmissão

transmissão doença de chagas por inseto
Crédito: Montanhas Capixabas

A transmissão da doença de Chagas acontece quando uma pessoa é picada pelo inseto barbeiro. Na mesma hora em que ele pica, defeca, e quando a pessoa coça a picada faz com que as fezes contaminadas do inseto entrem no ferimento e vão para a corrente sanguínea.

Existem outras formas de contágio além dessa, que é a principal. Também pode ocorrer de a gestante contaminada transmitir para o feto, por transfusão de sangue contaminado ou contato de sangue contaminado e sangue saudável.

Tem cura?

Sim, com o tratamento adequado, a doença de Chagas tem cura. Quanto antes for realizado o tratamento, melhor. Por isso, se mora em área de risco, onde costuma haver os insetos barbeiros, é importante realizar exames de sangue periódicos, principalmente porque o parasita pode ficar anos no organismo sem apresentar sintomas.

Como é feito o tratamento?

tratamento doença de chagas com remédio
Crédito: Freepik

O diagnóstico da doença de Chagas é feito por meio de raio-x do abdômen, endoscopia digestiva alta, eletrocardiograma e exame de sorologia. Com o diagnóstico positivo é feito o tratamento com medicação específica.

Para a fase aguda, são usados medicamentos distribuídos gratuitamente pelo Ministério da Saúde, que podem ser Benznidazol ou Benzonidazole. Já na fase crônico é necessário um medicamento que não tem no Brasil, chamado Nifurtimox.

Métodos de prevenção

como fazer a prevenção doença de chagas
Crédito: Freepik

Já que a doença é transmitida pela picada do inseto barbeiro, as Vigilâncias Epidemiológicas de todo o país atuam de forma a evitar a formação de colônias do inseto. Por conta própria, os cuidados a serem tomados é conhecer o inseto para saber detectar sua presença.

As instruções do Ministério da Saúde dizem que, se você encontrar um barbeiro, deve capturá-lo, sem tocar no inseto e colocá-lo em um vidro. Não adicione álcool ou qualquer outra substância no vidro, pois isso dificultará sua identificação. Escreva seu nome, telefone e endereço e entregue na vigilância ambiental do seu município.

Também, se estiver em área de risco deverá evitar a picada do inseto sempre usando repelentes e roupas compridas, lavar muito bem o alimentos antes de consumir, evitar comer em barraquinhas na estrada, pois não conhece a higiene do local e pode ser que o inseto tenha infectado os alimentos.

Veja também as 5 doenças mais graves causadas por bactérias.

Redigido por Priscilla Riscarolli

Graduada em Comunicação Social, decidiu trocar as campanhas publicitárias pela produção de conteúdo para inspirar as pessoas a enriquecerem suas vidas com mais informação, bem-estar e criatividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários

comentários

cólera
Cólera: o que é, sintomas e transmissão
como cortar as unhas
Você sabe como cortar as unhas corretamente?