depilação a laser
Crédito: Freepik
em

Depilação a laser: como é feita, indicações e contraindicações

Pensando em partir para a depilação definitiva? Veja se essa é uma boa escolha para você

Para muitas mulheres, a depilação a laser parece ser a solução de todos os problemas com pelos. Esse é o tipo de depilação chamada de definitiva, pois ela ataca a raiz do pelo para que ele fique bem mais fraco, muitas vezes, não sendo mais capaz de crescer. Mas será que esse método também oferece riscos à saúde? Como é feito, quem pode fazer e quanto custa? Tire todas as dúvidas a seguir.

Veja também: tipos de depilação para escolher

O que é e como é feita?

A depilação a laser trata-se de um procedimento de remoção progressiva de pelos por meio de uma energia luminosa a laser. Ou seja, a eliminação de pelos não acontece de uma só vez, são necessárias mais sessões até que se atinja o resultado possível para cada pessoa, com base no seu tipo de pele e de pelos.

Erroneamente, muitas pessoas chamam essa técnica de depilação definitiva, mas é importante lembrar que a aplicação do laser vai apenas enfraquecer os fios, mas não vai impedi-los de voltarem a crescer. O que ocorre é que eles ficam tão fracos que demoram muito mais tempo (quase 1 ano) para voltarem a crescer. Então, é uma técnica temporária, mas muito mais duradoura do que a lâmina ou a cera.

Para ter ideia de como funciona uma sessão, confira no vídeo:

Dói?

A sensação de dor vai depender da sensibilidade de cada pessoa. De modo geral, existe uma sensação desconfortável, mas não dói. Nem chega perto da dor sentida ao arrancar pelos com cera fria. A dica é que as mulheres procurem evitar fazer o procedimento no seu período menstrual, pois poderão sentir mais desconforto.

Em que região do corpo pode fazer?

De modo geral, qualquer área do corpo com pelos pode receber essa técnica. Porém, os dermatologistas não costumam fazer na região das sobrancelhas por estar muito perto dos olhos. No mais, pode fazer nas pernas, virilhas, axilas, buço, barba, nuca, sempre dependendo da necessidade e da condição de saúde de cada pessoa.

Quantas sessões são necessárias?

A quantidade de sessões varia para cada pessoa, visto que quem tem pelos muito grossos, escuros e em grande quantidade, pode precisar de mais sessões do que outras pessoas. Mas, de modo geral, são recomendadas 10 sessões com intervalo de 60 dias entre cada uma, ou seja, demoram alguns meses para finalizar o tratamento.

Cuidados antes e depois de fazer

Entre as sessões é permitido se depilar em casa usando lâmina, pois ela não arranca o pelo desde a raiz. Sendo assim, é proibida a depilação com cera ou com pinça.

Outro cuidado é que não tome sol durante todo o tratamento, pois o que atrai a luz do laser é o pigmento. Se ele ficar focado no excesso de pigmento da pele, poderá causar queimaduras.

Como escolher um bom profissional?

indicações da depilação a laser
Crédito: Freepik

Um bom profissional é aquele que tem todas as formações necessárias para aplicar a depilação a laser, isto é, que seja um médico dermatologista especializado, por exemplo. Além disso, a melhor forma de encontrar um bom profissional é recebendo boas recomendações.

Nada melhor do que os clientes satisfeitos para aumentar a reputação de um bom profissional. Então, uma dica é pesquisar por pessoas conhecidas que já tenham feito o tratamento há alguns meses e que, de fato, recomendem o médico que escolheram.

Mesmo assim, quando chegar ao consultório para uma avaliação, procure analisar o espaço, se o médico tem seus diplomas na parede, se está tudo muito bem organizado, novo e limpinho. A estrutura do ambiente deve ser 100% profissional. Se ficar em dúvida, melhor não fazer do que colocar sua saúde em risco.

Indicações e contraindicações

Esse tipo de procedimento é recomendado especialmente por quem tem muitos pelos, mais grossos e escuros, e também sofre com reações alérgicas após a depilação comum, seja com lâmina ou cera. Como é muito agressivo para a pele ficar arrancando ou cortando os pelos com frequência, o laser pode trazer um grande alívio depois de fazer todas as sessões necessárias.

Há um tempo, esse método de depilação não era recomendado para pele negra, pois poderia aumentar o risco de manchas. Hoje em dia já mudou, existem aparelhos que são próprios para a aplicação em pele negra, então só precisa escolher um profissional que tenha esse aparelho e seja especializado no assunto.

A contraindicação é para pessoas que estejam passando por algum problema de pele na região a ser depilada, mulheres grávidas ou pessoas que tenham alguma condição de saúde mais séria que possa ser prejudicada pela aplicação do laser na pele.

Também é importante saber que a luz a laser depende da cor do pelo para funcionar melhor, ou seja, pessoas com pelos muito claros podem não obter o resultado desejado.

Por isso que deve-se primeiro consultar um dermatologista antes de optar pela depilação a laser, pois ele saberá dizer se existe risco e se pode ou não fazer e se pode ou não funcionar, dependendo da cor do pelo.

One Comment

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

Vizinhas e irmãs separadas quando pequenas, elas se reencontram

Vizinhas e irmãs: separadas quando pequenas, elas se reencontram

melhores receitas com maçã

5 Receitas com maçã: aproveite a fruta com sobremesas deliciosas