em

4 Cuidados com o botijão de gás e dicas de segurança

É difícil acontecer algum acidente com botijão de gás, mas por segurança, é melhor saber se prevenir.
cuidados com o botijão de gás
Crédito: Pexels

A cada três ou quatro meses, em média, você precisa trocar o seu botijão de gás. Esse tempo varia bastante conforme o uso que você faz do seu fogão, mas em um momento ou outro o gás vai acabar e será preciso trocar. Mas você sabe quais são os cuidados com o botijão de gás que precisa ter ao trocar, instalar e o que fazer no caso de vazamentos? Veja as dicas a seguir.

Cuidados a ter com o com o botijão de gás na cozinha

aspartes de botijão de gás
Crédito: Decorando Tudo

Se você souber quais cuidados com o botijão de gás são importantes para a boa preservação desse item, ele é bem seguro. Mas ao mesmo tempo é um objeto cheio de gás inflamável capaz de ocasionar uma explosão ou um incêndio. Com botijão de gás não se brinca. Veja como lidar com esse utensílio tão importante na rotina doméstica.

1. Local ideal para armazenamento

Por mais que o botijão de gás pareça seguro e tenha uma válvula de segurança para impedir ou liberar a saída do gás, prevenir nunca é demais. Por isso, o primeiro dos cuidados com botijão de gás que deve ter é que você mantenha-o instalado do lado de fora da sua casa, em local protegido do sol, da chuva e arejado.

O botijão é feito de um material que protege o gás da luz solar, mas mesmo assim é melhor mantê-lo ao abrigo da luz e de qualquer ambiente que lide com fogo ou faíscas.

Mantenha o botijão armazenado a pelo menos 1 metro e meio de tomadas, interruptores, ralos, escoamento de água ou instalações elétricas. Também mantenha-o o mais distante da parte interna da casa possível, com uma mangueira bem comprida que chegue até o fogão.

2. Instalação correta

É comum que quando você ligue para a empresa de gás, o próprio entregador faça a troca dos botijões e a instalação do novo. Mas caso você faça esse processo por conta própria, então outro dos cuidados com o botijão de gás que deve ter é saber como proceder.

Antes de remover a mangueira que fica presa na saída de gás do botijão, deve fechar o registro que permite a saída do gás. Ele é pequeno e se move apenas para um dos lados e para cima, que é como ela abre ou fecha.

Depois de colocar esse registro para o lado, então você pode desenroscar a borboleta do regulador onde a mangueira fica presa. Tire o lacre do botijão novo e rosqueie o regulador com a mangueira nele. Em seguida, abra o registro de segurança e faça o teste de vazamento.

Esse teste consiste em colocar um pouco de detergente em uma esponja de louça, molhar um pouco e passar em volta da mangueira, na boca do botijão. Se começar a espumar sozinho, está vazando. Então, nesse caso, feche o registro, solte a mangueira e instale outra vez, com mais cuidado. Volte a fazer o teste.

Se novamente fizer muita espuma, feche o registro e entre em contato com a empresa de gás para que um profissional venha verificar o que pode estar acontecendo. Jamais use o fogão se o botijão ou a mangueira estiverem vazando.

3. Momento certo de fazer a troca

A troca do botijão de gás normalmente é feita quando se percebe que o gás acabou. O problema é que o único jeito de perceber é enquanto está fazendo comida. Então, para não correr o risco de ter que jogar a comida fora porque vai ter que esperar horas até que o botijão novo chegue, o melhor é prevenir.

Se você já sabe que a média de duração do botijão na sua casa é de 3 meses, por exemplo, tenha um botijão de reserva perto da época de completar os 3 meses. Assim, se o gás acabar à noite, quando ninguém irá trazer o novo, você mesmo poderá fazer a troca e continuar cozinhando tranquilamente.

4. Dicas para saber se o gás está vazando e o que fazer

Para que as pessoas consigam perceber um vazamento de gás, a indústria coloca um odor característico no gás que é exalado no ar caso ele esteja vazando. É o popular cheiro de gás.

Se você estiver em um ambiente e notar que esse cheiro está muito forte, o primeiro cuidado que deve ter é não acender qualquer tipo de material, nem ficar com o celular, tablet ou notebook por perto. Não acenda isqueiro, fósforo nem as bocas do fogão.

Se for possível, vá até o botijão e feche o registro que libera o gás para parar o vazamento. Tire todas as pessoas e animais de estimação do local, abra portas e janelas e vá para a rua esperar para ver se o cheiro vai passar.

Caso o cheiro não passe ou se perceber faíscas ou princípio de incêndio, lá de fora ligue para os bombeiros, através do número 193.

A importância de não utilizar o celular dentro do mesmo ambiente que está com cheiro de gás é porque pode ocorrer algum tipo de energia estática e gerar uma faísca saída da bateria do celular. Isso seria o suficiente para gerar uma explosão.

5. Dicas extras para o uso seguro do botijão de gás

Sempre que comprar um botijão novo, certifique-se de que ele esteja lacrado e que tenha o selo do Inmetro. Além disso, tenha estes cuidados com o botijão de gás:

  • Não aceite um botijão amassado, sem lacre na válvula de pressão do gás (onde é instalada a mangueira), nem se estiver enferrujado ou com alças soltas;
  • Nunca use uma mangueira com emenda. A mangueira do botijão de gás deve ser inteira e muito bem preservada, sem qualquer tipo de dano;
  • Sempre deixe o botijão de pé, nunca deitado;
  • Não instale a mangueira de modo que ela tenha que passar por trás do fogão;
  • Quando não estiver usando o gás, feche o registro no botijão.
Redigido por Priscilla Riscarolli

Graduada em Comunicação Social, decidiu trocar as campanhas publicitárias pela produção de conteúdo para inspirar as pessoas a enriquecerem suas vidas com mais informação, bem-estar e criatividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários

comentários

acabar com cupim
5 Dicas de como acabar com cupim em casa
síndrome de ménière
Saiba tudo sobre a Síndrome de Ménière e como tratá-la