Ter crise de choro ou de riso depois do sexo é normal
Crédito: Freepik
em

Ter crise de choro ou de riso depois do sexo é normal?

Às vezes o corpo reage de forma inesperada e acaba gerando uma situação complicada de lidar e explicar

Publicidade

Se já aconteceu com você de ter uma crise de choro ou de riso logo depois de transar, não pense que você é uma pessoa esquisita. Essas coisas acontecem mesmo, mais do que imagina.  Aliás, é tão comum que tem nome: disforia pós-coito.

Com algumas pessoas, acontece só de vez em quando. Com outras é mais frequente. Em alguns casos, a crise dura segundos ou minutos. Em outros, pode durar horas, especialmente quando a crise é de choro.

Basicamente, essas crises ocorrem por causa da grande descarga emocional que acontece no corpo durante o orgasmo. Essa descarga pode levar a uma resposta positiva (crise de riso) ou negativa (crise de choro).

De onde vêm essas crises?

Agora, o que leva a cada tipo de crise, vai depender de toda a relação que a pessoa tem com o sexo de modo geral: suas experiências anteriores, seus princípios morais, a pessoa que está com ela na cama.

Publicidade

A resposta à descarga emocional depois do sexo tem relação com alguma experiência anterior semelhante que a pessoa viveu lá nas primeiras vezes que praticou sexo.

É como se o corpo repetisse o padrão que ele aprendeu quando estava experimentando o ato sexual nas primeiras vezes. Se lá no começo houve uma crise de choro ou de riso, há chances de acontecer de novo.

Além do riso e do choro

Algumas pessoas sentem mais do apenas uma vontade incontrolável de rir ou de chorar. Em alguns casos, as pessoas sentem vergonha, ansiedade, amargura, melancolia, agressividade e até desconforto na própria pele.

Publicidade

Além dessas respostas emocionais, existem também as repostas físicas, como perda temporária de sensibilidade e do movimento, dor facial ou no ouvido, coceira, ataque de pânico, crises convulsivas e até espirros.

O que fazer para evitar?

Se você tem alguma dessas respostas do seu corpo, seja antes, durante ou depois do sexo, e isso o incomoda e atrapalha, procure ajuda profissional do seu médico (ginecologista/urologista) ou de um psiquiatra/psicólogo para fazer exames e saber se pode ser tratado.

Outra alternativa é escolher estar com parceiros com quem você se sinta à vontade para conversar e agir naturalmente depois do sexo. Essas crises podem acontecer por falta de diálogo e de intimidade com o parceiro, como quando você está na presença de alguém pouco conhecido, naquele silêncio constrangedor, e acaba agindo de forma ainda mais constrangedora, sem querer.

Publicidade

Veja também: Perguntas polêmicas sobre sexo

Xuxa diz que detentos deveriam servir de cobaia para testes de medicamentos e é criticada

Xuxa diz que detentos deveriam servir de cobaia para testes de medicamentos e é criticada

Dicas para investir no romance e no sexo depois que os filhos saem de casa

5 Dicas para investir no romance e no sexo depois que os filhos saem de casa