em

Meditação: 8 dicas de como meditar para principiantes

Para ter sucesso com a meditação, precisa apenas estar disposto a começar. É um processo natural. Veja como fazer

como meditar
Crédito: Freepik

Ouve-se muito falar sobre os profundos benefícios da meditação, mas há quem acredite ser impossível praticá-la. Isso porque a meditação exige concentração e atenção apenas ao momento presente. Porém, algumas pessoas possuem grande dificuldade nessas duas ações, e o mais interessante é que são exatamente essas pessoas que mais precisam da prática. Então, se estiver querendo aprender, veja dicas valiosas para principiantes de como meditar.

Benefícios da meditação

quais os benefícios da meditação
Crédito: Freepik

A meditação é uma prática milenar que tem o objetivo de promover o equilíbrio entre o corpo e a mente, entre o ser e o estar. É o caminho para encontrar e compreender a si mesmo e conseguir evoluir dentro de um aprendizado constante.

A meditação tem o poder de tranquilizar a mente, colocar os pensamentos no lugar e permitir que você retome o controle do que está com dificuldade em gerir na sua vida. Não importa em que aspecto.

Pessoas com uma vida muito agitada ou com problemas de saúde que desequilibrem sua estrutura física e mental podem obter imensos benefícios com a prática diária da meditação.

Mesmo parecendo impossível parar alguns minutos por dia para simplesmente respirar, relaxar e concentrar-se no momento presente, esse é um momento essencial para recuperar as energias e reequilibrar corpo e mente. Mas somente com o hábito é que consegue-se perceber esses valores. Então, além de saber como meditar, a prática exige paciência e persistência.

Depois que o corpo se acostuma com o exercício da meditação, ele começa a se curar, gradativamente, dos males do estresse, da ansiedade, da insônia, da depressão, de dores crônicas e da falta de atenção.

Ao mesmo tempo em que mente, corpo e universo começam a entrar em equilíbrio, você também começa a perceber o quanto há para se autoconhecer. Percebe o quão pequeno é o ser perante o universo e, ao mesmo tempo, o quanto sua vida é parte importante dessa imensidão.

Então, os benefícios da meditação são imensuráveis, e só com a prática para comprová-los. Por isso, veja a seguir dicas simples que o vão ajudar a saber como meditar, começando aos poucos.

Como se preparar para meditar?

dica como se preparar para meditar
Crédito: Freepik

O que todo mundo sabe é que, para meditar, você precisa se concentrar. Então, os melhores aliados nesse momento são o silêncio ou uma música tranquilizante, um ambiente confortável e tranquilo, roupas leves, aromas agradáveis e luz branda. Mas antes disso, precisa determinar outros pontos essenciais.

1. Determine quando irá meditar

determine quando meditar
Crédito: Freepik

É interessante, para obter um efeito mais eficiente, que você medite todos os dias, pelo menos uma vez. Para começar, podem ser apenas 5 minutos. Se forem 5 minutos de boa concentração, já será um ótimo começo.

Determine também em que horário do dia irá meditar e mantenha esse mesmo horário todos os dias. Escolha um momento em que costuma ter alguns minutos completamente sozinho, quando não há risco de alguém precisar de você.

Por exemplo, acordar 10 minutos antes do horário de costume é uma boa alternativa, já que a agitação do dia e o horário de expediente ainda não começaram. À noite também é um bom momento, talvez até ajude a dormir melhor depois.

Se estiver na dúvida, experimente, faça testes até perceber qual é o horário mais adequado. Depois, mantenha esse horário para que o seu organismo tenha mais facilidade em se habituar com essa nova prática e responder aos estímulos de forma mais eficaz.

2. Escolha o local

determine local para meditar
Crédito: Freepik

O local da meditação precisa ser onde você se sinta confortável e seguro. Onde estará sozinho ou com pessoas que irão respeitar o seu momento, sem fazer barulho ou interrompê-lo. Não precisa de um grande espaço, pode ser uma pequena sala ou um quarto. O importante é que consiga ter total silêncio, livre até mesmo de um celular vibrando. Só assim conseguirá se desligar do mundo exterior e se conectar com seu interior.

3. Música ou silêncio?

determine som para meditar
Crédito: Pressfoto

Existem muitas músicas feitas especialmente para a prática da meditação. Músicas suaves, sem letra, relaxantes. Mas mesmo essas músicas, para quem está aprendendo a como meditar, podem dificultar o alcance da concentração completa.

Então você pode fazer o teste. Primeiro escolha entre as diversas playlists que encontra no YouTube com horas de música para meditação e ouça um pouco para ver como se sente. Elas precisam fazer você ficar à vontade, totalmente relaxado. Há também vários aplicativos disponíveis para guiar quem está começando e não sabe como meditar.

Se achar que pode funcionar, coloque-as para tocar em volume baixo durante sua meditação. Se perceber que está atrapalhando, prefira o silêncio.

4. Prepare o ambiente

como preparar ambiente para meditar
Crédito: Freepik

Além da escolha do local adequado e se vai ouvir música ou ficar em silêncio, também é importante pensar nos aromas e na iluminação. O ambiente deve ter uma luz confortável, e isso vai depender de você.

Normalmente, a iluminação relaxante é indireta, bem suave, amarelada. Há quem prefira a luz natural do dia, a sombra ou o escuro. Faça testes. De modo geral, pode acender apenas um abajur no ambiente, que fica um meio termo.

Quanto aos aromas, se o ambiente tiver um cheiro neutro, que não o incomode, tudo bem. Pode ser também que você consiga entrar no clima mais facilmente se acender um incenso bem suave, que não vá atrapalhar a sua respiração. Ou ainda um difusor com varetas de óleos essenciais que estimulem o relaxamento e a concentração.

5. Postura para meditar

melhor postura para meditar
Crédito: Freepik

A melhor posição para meditar é sentado. Se for sentar-se em uma cadeira, ela deve ser confortável e permitir que sua coluna fique ereta. Se for sentar no chão com as pernas cruzadas, tenha um tapete confortável e também certifique-se de que sua coluna se manterá ereta.

Sua cabeça deverá ficar em posição normal, olhando para frente, e deverá estar firme, para não escorregar, pois, se estiver desconfortável, não conseguirá se concentrar. Pode ser que um pequeno banquinho, bem baixo, o ajude a ficar na posição caso não consiga ficar sentado totalmente no chão com as pernas dobradas.

A posição dos braços e mãos é apoiada no seu colo, com as palmas viradas para cima. A mão direita fica sobre a esquerda, totalmente relaxadas. Você também pode manter uma mão sobre cada joelho, com as palmas para cima, com os dedos polegares tocando os indicadores ou também relaxados.

Existem várias posições para a meditação que você vai descobrir com o tempo. O principal, agora que está aprendendo a como meditar, é que esteja confortável, com o corpo inteiro relaxado, sem qualquer dor.

Seus olhos podem ficar semiabertos, olhando para frente ou levemente para baixo, em um ponto fixo, pois facilita a concentração. Se fechá-los poderá mergulhar em pensamentos que não consegue controlar.

Exercite também algumas posturas de yoga para dores na coluna.

6. Respiração durante a meditação

como respirar para meditar
Crédito: Freepik

Você deverá então manter o foco na sua respiração. Inspire e expire normalmente, sem ser uma respiração profunda. Deixe seu abdômen solto, sentindo que a inspiração vem do diafragma, não do estômago nem dos pulmões. Respire naturalmente, com leveza.

7. Pensamentos durante a meditação

pensamentos durante meditação
Crédito: Freepik

Quando está aprendendo a como meditar, pode achar que não está fazendo certo, porque seus pensamentos não param no momento presente. Não se preocupe, é normal. O que você pode fazer é contar devagar, até quatro, no ritmo da sua respiração, e recomeçar a contar. Não se preocupe se de repente perceber que parou de contar, não é uma regra. Precisa deixar sua mente à vontade.

Quando perceber que está pensando em atividades que tem para fazer ou em problemas, apenas retorne o foco para sua respiração, retome a contagem e volte para um pensamento que o tranquilize, como uma paisagem agradável de uma praia, um lago, uma cachoeira onde você gostaria de estar sozinho. Faça isso quantas vezes for necessário, sem pressão.

Esse processo pode ser bastante demorado, dependendo de como está o seu estado de espírito e de tudo o que estiver acontecendo na sua vida. Essa é a parte mais difícil e por isso que deve ter paciência e continuar tentando dia após dia, até sua mente começar a se habituar com a meditação e simplesmente conseguir deixar os pensamentos incômodos de lado. Vai ser um processo natural.

8. Como terminar a meditação

como terminar meditação
Crédito: Freepik

Para saber quando terminou o tempo que você determinou para meditar, coloque um despertador com um toque bem suave para lhe trazer de volta. Não é possível se concentrar se ficar preocupado com o relógio.

Quando o despertador tocar, traga sua atenção ao de volta para o ambiente, como se estivesse saindo de dentro da sua mente e voltando para o mundo real. Sinta cada membro do seu corpo, vá se mexendo aos poucos, pés, mãos, braços, pernas, cabeça, olhos e levante-se.

Então, aprender a como meditar é simples. É só isso, mas dia após dia, você perceberá que é uma profunda imersão em si mesmo, muito valiosa para o seu bem-estar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0

Comentários

comentários

geleia de amora

16 Receitas de geleia de amora para experimentar

orações para o anjo da guarda

5 Orações para o anjo da guarda