Como fazer substratos caseiros para todos os tipos de planta
Crédito: Freepik
em

Como fazer substratos caseiros para diferentes tipos de planta

Planta não é tudo igual. Se você faz um substrato adequado para cada espécie de planta, elas crescem mais saudáveis e bonitas

Publicidade

O substrato é o solo em que você vai plantar as suas plantas. Você pode comprar substratos prontos, como também pode pegar a terra que já tem no seu jardim. Mas, como cada planta tem necessidades nutricionais e de drenagem do solo específicas, pode ser melhor preparar um substrato caseiro, ainda que use misturas compradas. Assim, você garante que sua planta vai receber tudo o que precisa do solo em que for plantada. Veja algumas opções.

Substrato caseiro para suculentas

As suculentas, como armazenam água em seu interior, precisam de um solo bem drenado para evitar que suas raízes fiquem muito molhadas, com água acumulada.

Materiais

  • Areia grossa de construção: 1 parte;
  • Terra para vasos: 4 partes;
  • Perlita: 5 partes.

Modo de preparo

Publicidade

Precisa ser areia de construção, nunca areia de praia, pois tem sal e mata as plantas. A terra para vasos é uma terra comum que você encontra em floriculturas, viveiros e agropecuárias. A perlita é feita de pedrinhas vulcânicas e serve para aumentar a aeração e a drenagem do solo.

Misture todos os materiais muito bem, depois use a quantidade necessária para fazer o plantio. A proporção é essa indicada, então utilize essa mesma proporção na quantidade que for necessária, que pode ser maior ou menor, dependendo da quantidade de plantas ou do tamanho da planta que pretende plantar.

Substrato caseiro para cactos

Os cactos são um tipo de suculentas, então esse substrato serve para boa parte das suculentas, assim como a opção anterior também serve para cactos.

Publicidade

Materiais

  • Bolas de cortiça branca: 1 punhado;
  • Areia grossa de rio, lavada: 50%;
  • Turfa preta: 50%;
  • Fertilizante de liberação lenta: conforme recomendado pelo fabricante.

Modo de preparo

As bolas de cortiça são boas para manter o substrato bem drenado, pois repelem a água. A areia grossa também cumpre com essa função, mas mantendo uma umidade equilibrada e mais estrutura ao substrato. Um bom fertilizante de liberação lenta é o bokashi, muito usado para orquídeas. Misture todos os materiais e já pode usar no seu plantio.

Publicidade

Substrato caseiro básico

Essa opção é para quando você precisa de um substrato básico que serve para plantas sem exigências específicas ou plantas que gostam de solo mais úmido.

Materiais

  • Composto orgânico: 1 parte;
  • Perlita: 1 parte;
  • Musgo de turfa: 1 parte;
  • Solo de jardim: 1 parte.

Modo de preparo

Publicidade

O musgo de turfa é o mesmo que musgo esfagno. É bom para retenção de água, aumenta a umidade na planta, ajuda no crescimento das raízes e previne o aparecimento de fungos e ervas daninhas.

Misture bem todos os materiais e umedeça para que a mistura fique mais homogênea. Está pronto para usar.

Substrato caseiro para plantas tropicais

As plantas tropicais vêm de um habitat natural mais quente, úmido e com solo rico em matéria orgânica. Você vai fazer duas misturas em separado, depois vai juntá-las. É um substrato bem fértil e com pH adequado para essas espécies.

Publicidade

Materiais primeira mistura

  • Casca de arroz: 1 parte;
  • Casca de pinho puro: 2 partes;
  • Casca de composteira: 2 partes.

Materiais segunda mistura

  • Perlita: 1 parte;
  • Argila calcinada: 1 parte;
  • Musgo esfagno: 1 parte;
  • Primeira mistura já feita: 3 partes.

Modo de preparo

Publicidade

Faça a primeira mistura e reserve. Depois, faça a segunda mistura e adicione 3 partes da primeira mistura. Está pronto para uso. Todos os materiais você encontra em floriculturas, agropecuárias e viveiros.

receitas de Torta gelada de coco

Torta gelada de coco: as melhores receitas de uma sobremesa irresistível

O que fazer se encontrar um ninho de vespas ou abelhas

O que fazer se encontrar um ninho de vespas ou abelhas em casa?