em

Suicídio: saiba como consolar alguém que perdeu uma pessoa próxima

Nesse momento tão delicado, estar próximo é fundamental para quem passa por essa dor tão grande.

Lidar com a morte é uma das coisas mais difíceis pelas quais passamos na nossa vida. Aprender a viver com a dor da saudade é um desafio para aqueles que ficam. Quando algum amigo perde um ente querido, precisamos saber como consolar para que sejamos uma força e ajuda especial nesse momento.

No caso de suicídio, a situação acaba sendo mais delicada. Quem ficou, além da dor da perda, sente o abandono e a tristeza por ter sido deixado por alguém. E, ainda, fica sempre aquele “por quê?” que não pode mais ser respondido. Por isso, é fundamental saber como agir nessa hora e ser um consolo para quem precisa.

Aqui você encontra:

Conselhos para uma pessoa que perdeu alguém

Ser uma boa companhia, muitas vezes, é a melhor forma de ajudar. Estar próximo e disponível são maneiras de demonstrar carinho e que se importa com a dor do outro. Mas, veja também abaixo algumas outras dicas:

Respeite o tempo da pessoa

Se você não sabe como agir, as vezes é melhor não dizer muita coisa. Se sentir na obrigação de falar alguma coisa pode gerar constrangimento tanto para você quanto para a pessoa. Pode parecer poucoo, mas a sua presença pode ser tudo que o seu amigo precisa para passar por esse momento difícil e recuperar uma rotina normal.

Em alguns casos, os familiares preferem não falar muito sobre o ocorrido e digerir o luto sozinhos. Por isso, pode ser importante que você espere que a pessoa te procure. Mas, claro, ela só vai se sentir confortável para isso se você estiver próximo e disponível. Faça um primeiro contato dizendo que a ama e que está ao lado para tudo que precisar e aguarde.

Resgate boas lembranças

Quando a pessoa se mostrou aberta a conversar, é hora de ajudá-la a transformar a dor da perda em um sentimento saudável de saudade. E uma boa forma de consolar é relembrar momentos importantes que ela passou e compartilhou com o familiar ou amigo que se foi. Busque sempre memórias positivas para ajudar a fazer uma conexão com os bons tempos em que viveram juntos.

Chame sempre atenção para como foi a pessoa em vida. Isso contribui para que a memória de como ela morreu fique em segundo plano.

Aprenda a lidar com as questões que irão surgir

Familiares e amigos de pessoas que suicidaram costumam procurar respostas para o que levou a pessoa a esse ato. Como apoio, evite respostas definitivas ou que sejam relacionadas com a sua perspectiva para essas questões.

De acordo com Lloyd Sederer, médico do Departamento de Saúde Mental do Estado de Nova York, uma forma de ajudar é fazer outras perguntas relacionadas aos momentos em que viveram anteriormente como “O que você percebeu no comportamento dele/dela?” ou “Como vocês estavam recentemente?”. Segundo o médico, isso ajuda a pessoa a se abrir até o ponto que se sentir confortável.

Dê espaço, mas não se afaste demais

O processo de luto dura muito mais do que o velório e missa de sétimo dia. Por isso, quando todos costumam se afastar, continue por perto para oferecer apoio e suporte. Em muitos casos, a pessoa prefere estar sozinha para digerir o luto, mas mostre que está sempre por perto e disponível para aquilo que ela precisar.

Aproveite esses momentos também para oferecer ajudas práticas como fazer compras, levar as crianças na escola ou regar as plantas da casa. Para você podem ser coisas simples mas que fazem muita diferença para quem está em processo de superar um trauma.

Ajude, mas não se cobre para ser um herói

Toda ajuda, infelizmente, não será suficiente para tirar completamente a dor de quem perdeu uma pessoa querida. Mas, com certeza, você pode fazer diferença para quem passa por isso. Dessa forma, esteja próximo, colabore, ajude, mas não se cobre demais. Só o tempo é capaz de curar a dor causada pela perda de alguém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
contato com germes pode prevenir leucemia em crianças
Como o contato com germes pode prevenir leucemia em crianças?
benefícios de fazer exercício no frio
Benefícios de fazer exercício no frio: queima mais calorias?