em

A Ciência escrita na Bíblia

Nos dias de hoje, os escritos da bíblia são constantemente postos em causa, havendo muita gente questionando a veracidade dos seus fatos. No entanto, se você olhar com atenção, irá pensar duas vezes antes de concordar com esses céticos.

Muitos episódios bíblicos são justificáveis através do desenvolvimento científico. Seguem-se alguns exemplos:

  • A famosa embarcação conhecida como Arca de Noé

Estudantes da Universidade de Leicester testaram a forma como a embarcação terá sido construída (através de uma ordem divina) e concluíram que, construída dessa forma, ela não afundaria quando colocada no mar.

Segundo o livro de Gênesis, a arca apresentaria 300 cúbitos de comprimento (cúbito é o comprimento da ponta do dedo médio de uma pessoa até ao seu cotovelo), 30 de altura e 50 de largura. Assim, os estudantes definiram que a arca teria 145 metros de comprimento, 14 de altura e 24 de largura. Como a madeira da qual a embarcação foi construída – Gofer – não é conhecida hoje em dia, eles pensaram no cipreste. Construída com esse material, a arca pesaria cerca 1,2 milhões de quilos, sendo que a sua capacidade de transporte poderia chegar até aos 51 milhões de quilos.

Faltava questionar os animais que viajaram nessa arca. Sabemos que existem no mundo 8 milhões de espécies de animais, mas grande parte delas sobreviveria ao dilúvio, sem necessitar de entrar na embarcação. Sabendo que uma grande parte das espécies existentes no mundo são animais do mar, os estudantes concluíram que apenas 35 mil espécimes estariam na arca (muitos deles filhotes), tornando ela viável.

  • Jezabel – A mulher que se destaca na Bíblia

Embora Fenícia, Jezabel acabou por casar com o rei de Israel, Acabe. Fanática por um deus diferente – Baal – ela adulterou o selo real, para que os súbditos de Acabe adorassem o seu deus. Acredita-se que esta figura da bíblia tinha não só uma personalidade maldosa, mas também uma grande influência na política da altura.

Em 1964, descobriram um selo de pedra em Israel que terá ajudado a comprovar esta teoria. Nesse selo é possível ver duas serpentes, um disco solar alado, uma flor de Lótus, um falcão e uma esfinge com cabeça de mulher. Os especialistas dizem que estas seriam figuras demonstrativas de uma rainha e o seu poder na realeza.

  • O sacerdote que julgou Jesus – Caifás

caifás - túmulo

Existem muitas dúvidas acerca da existência do sacerdote que julgou Jesus, antes de este ter sido entregue a Pôncio Pilatos. Em 1990, foram encontrados 12 ossuários durante a construção de uma estrada em Jerusalém e, um deles continha uma lápide com a designação – Joseph, filho de Caifás. Esse nome é próximo do judeu, do primeiro século, Flavius Josephus. Os historiadores descobriram que o ossuário guardava o esqueleto de um homem com cerca de 60 anos, idade igual à de Caifás, aquando a sua morte. Foi igualmente encontrada uma moeda de 43 DC e a escrita era uma utilizada no primeiro século.

  • A história da Piscina de Siloé

piscina de siloé

A bíblia conta também a história de um cego que passou a ver, quando Jesus o corou com argila e água da Piscina de Siloé. Segundo relatos históricos, essa piscina foi um grande reservatório de água que existiu, mas que havia sido destruída durante o primeiro século. Em 2004, foi encontrada uma piscina, em forma de trapézio, com moedas e artefactos do tempo em que Jesus ainda vagueava pela terra.

  • Jesus e a sua casa de infância

casa de jesus

Dizem que Jesus nasceu no ano de 4 DC, em Nazaré. Em 1880, umas freiras descobriram um edifício de argamassa e pedra perto de uma encosta. Ken Dark – um arqueólogo – acredita ser esta a casa de infância de Jesus. Ele argumenta que nunca se comprovou que o espaço pertencia a Jesus, mas ainda assim os bizantinos acreditavam nesta teoria e, por isso, à sua volta construíram uma estrutura para a manter livre de perigo. Infelizmente, tal não aconteceu, pois foi destruída por um incêndio, ocorrido durante o século XIII.

  • Salomão e o seu muro

muro de salomão

A bíblia diz que, Salomão, com o objetivo de proteger a zona de Jerusalém, construiu uma estrutura à qual chamou de muro.

Em 2010, foram descobertos pedaços de um muro que corresponde à estrutura construída por Salomão, bem como a época em que foi realizada. A construção em causa foi descoberta em uma área que dizem ser a antiga cidade de David, conhecida atualmente como bairro árabe de Silwan e o Monte do Templo, onde os judeus pretendem restaurar o Templo de Salomão.

  • Edomitas – o povo poderoso

Muitos questionam as batalhas descritas na bíblia dada a sua dimensão e, como exemplo, temos a batalha do rei Davi e os edomitas.

Em 1997, no sul da Jordânia, especialistas em arqueologia acharam indícios de um povo, que explorava matérias como o cobre e que tinha um poderoso exército (contrariando a teoria de que os edomitas eram um povo de pastores).

  • A fortaleza do Rei Davi

Na bíblia é descrita a Cidadela do rei Davi ou da Primavera, uma grande fortaleza do século 18 AC. Em 2014, pesquisadores dizem ter encontrado ela. Eles acharam uma estrutura cujas paredes tinham 7 metros de espessura e que funcionou até à idade do Ferro. Os arqueólogos dizem ser esta a fortaleza conquistada por Davi, como está escrito no Samuel 5: 6-7.

  • Gath, a cidade que viu nascer Golias

golias

Segundo a bíblia, Golias nasceu em Gath e, na área entre Ashkelon e Jerusalém, foi descoberto um altar de pedra com 3 mil anos, em excelente estado. A possibilidade de este altar ser o berço de Golias foi comprovada pelos materiais e artefactos encontrados, uma vez que são os mesmos que estão descritos em Exodo e Reis. A mesma pesquisa concluiu que, a cidade de Gath foi dizimada por um exército no século IX AC, fato concordante com o livro dos Reis, que descreve a batalha de conquista dessa cidade, levada a cabo pelo rei Hazel.

  • Neemias e o seu muro

Os escritos sagrados narram, ainda, que Neemias ordenou que o seu povo reconstruísse as portas e os muros de Jerusalém, no máximo em 52 dias. Em 2007, arqueólogos dizem ter encontrado esses muros. Eles possuem 5 metros de largura e foram encontrados juntamente com selos, cerâmicas e outros artefactos da época, que comprovam a origem das estruturas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

Truques de beleza: facilite sua rotina diária com essas 5 dicas

Elimine barriga e controle açúcar no sangue com a água de aveia