em

AmeiAmei HahahaHahaha FofoFofo Meu Deus!Meu Deus! EstranhoEstranho TristeTriste

8 motivos para ter cautela ao consumir atum

Consumir o peixe em excesso pode causar intoxicação por mercúrio

O consumo de frutos do mar está entre as principais recomendações para uma dieta saudável. Além de conter ômega-3, eles também oferecem uma quantidade significativa de vitaminas do complexo B.

Entre os frutos do mar mais consumidos está o atum, que é uma ótima fonte de proteína, além de ser muito saboroso. Porém, o consumo de peixe divide opiniões, pois o atum conta com elevadas quantidades de mercúrio.
Esse peixe é exposto ao mercúrio mais que outros e, por isso, não é indicado para ser consumido por mulheres grávidas, por exemplo. Essa é a posição discutida em painéis alimentares nos Estados Unidos.

A mesma recomendação é estendida a mulheres que amamentam e àquelas que planejam engravidar.

Os mesmos órgãos, contudo, asseguram que os benefícios do consumo superam os riscos. A melhor maneira de evitar a contaminação por mercúrio, que ocorre pelo excesso do consumo, é variar a dieta.

O FDA (Food and Drug Administration, órgão que regula os alimentos e medicamentos dos EUA) sugere que mulheres grávidas e lactantes (aquelas que estão amamentando) devem ingerir, no máximo, 170 gramas de atum no período de uma semana.

Além do risco de contaminação por mercúrio, conheça outros 8 motivos para ponderar na hora de consumir o atum.

1. Elevado teor de sódio

Especialmente no caso do peixe enlatado, onde uma embalagem pode conter até 600 gramas de sódio. A quantidade eleva o risco de hipertensão.

2. Elevada quantidade de metais pesados

Como o atum é um predador do mar, também se alimenta de outros peixes com elevada quantidade de metais pesados.

3. A pesca é cruel

O método de pesca do atum é considerada cruel. Muitos animais terminam esmagados nas redes, outros são mortos a pancadas ou, ainda, por congelamento nas câmaras frigoríficas.

4. Menor população do peixe

A pesca reduziu a quantidade do peixe e, em contrapartida, aumentou o número de criadouros.

5. Poluição

Em consequência da poluição no mar, os peixes acabam por consumir produtos que podem ser tóxicos para o nosso organismo.

6. Risco de intoxicação

É preciso cuidado no preparo para não haver exposição a contaminação alimentar.

7. Sua pesca mata outros animais

O processo de pesca do atum, que é feito em redes, impõe risco a outros animais marinhos que também são capturados, como tubarões e golfinhos.

8. Desequilíbrio do meio-ambiente

A atividade pesqueira é uma das responsáveis pela poluição das águas dos mares. Isso acontece porque são atirados artefatos que põem em risco a vida marinha.

Atenção: o atum é um alimento importante para uma dieta saudável, mas o consumo deve ser feito com cautela. Uma boa forma de evitar riscos e mesmo tirar dúvidas, é consultar um nutricionista sobre a forma correta de inserir o peixe na alimentação.

Gostou dessa dica? Então compartilhe!

Fonte: UOL, Notícias ao minuto

One Comment Leave a Reply
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários
Conheça os benefícios da salsa para a limpeza dos rins
Receita de sal de ervas: acessível e simples de fazer!