em

AmeiAmei

Carne estragada: como identificar e quais cuidados ter para evitar

Esses cuidados são essenciais para evitar uma intoxicação alimentar

carne estragada
Crédito: Pixabay

A carne é um alimento que necessita de atenção especial desde o momento da compra até o armazenamento e preparo quando já está na sua casa. Se não for mantida em perfeito estado de conservação, estragará mais rápido. Com isso, além do desperdício, há o risco de contaminar as pessoas com bactérias que podem oferecer perigo à saúde. Então, veja como identificar uma carne estragada e dicas de como evitar que estrague antes do prazo.

Veja também: como guardar alimentos na geladeira do jeito certo

Como descobrir se a carne está estragada

A carne estragada apresenta sinais claros, mas que nem todo mundo percebe. Algumas vezes é possível notar pela aparência, outras pelo odor e, quando já está em um estado bem ruim, aparência e odor surgem ao mesmo tempo. Então, veja o que deve ser observado:

Aparência

A carne passada está em processo de decomposição. Logo, aos poucos, sua aparência vai mudar para um aspecto desagradável de olhar. Ela vai perdendo a cor vermelhinha ou rosada e vai ficando opaca, esbranquiçada e, muitas vezes, esverdeada por causa da proliferação de fungos e bactérias. Observe também se há presença de líquido espesso, como um sangue grosso, que é mais um sinal de alerta.

Diferença de aparência em cada tipo de carne

Quando for observar os cortes de carne pela cor, preste atenção em cada tipo. A carne vermelha, como o nome sugere, precisa estar bem vermelhinha. Não tem problema se for um vermelho mais escuro, pois é comum quando a carne está bem fresca. Já a carne suína deve estar rosada, bem como a de frango. Se perceber que a superfície da embalagem está descolorada, indo para um tom de amarelo, com uma textura viscosa, não compre.

Odor

Não precisa ter o melhor dos olfatos para identificar carne estragada pelo cheiro. O odor que a carne em decomposição exala é simplesmente repugnante. Porém, quando a decomposição está no início, o odor pode confundir. Mas se você sentir um aroma que puxa para o azedo, não consuma a carne. O odor deve estar fresco e discreto.

Como evitar de comprar

como evitar comprar carne estragada
Crédito: Pixabay

Agora que você já sabe identificar uma carne estragada com base na aparência e no cheiro, veja os cuidados que deve ter sempre que for comprar, seja no supermercado ou no açougue, para nunca levar carne ruim para casa.

Priorize a carne nova

Dê preferência aos alimentos que estão mais próximos da data de produção do que do fim da validade. Afinal de contas, a passagem do tempo é inimiga da conservação das carnes, mesmo quando esses alimentos estão no prazo de validade.

Atenção aos 60 dias de validade

Normalmente, os frigoríficos utilizam um prazo de validade de 60 dias. No entanto, essa indicação apenas é apropriada se o alimento estiver sempre em uma temperatura ideal. Ora, quem poderá assegurar isso? Por exemplo, num supermercado, há muitas carnes que ficam na boca do caixa quase o dia todo. Então, junto com a indicação de que a carne tem 60 dias, no máximo, de validade, veja também se ela está bem geladinha e muito bem embalada.

Use o seu olfato ao abrir a embalagem

O nariz é um ótimo detector de carnes em decomposição ou com produtos químicos. Afinal, normalmente, a carne crua não tem cheiro diferente a não ser dela mesma, que é um aroma fresco e não muito intenso. Se a carne for embalada a vácuo, ao abrir o pacote, você vai sentir um odor passageiro: apenas dura 2 ou 3 minutos. Se o cheiro continuar, a carne pode estar estragada.

Cheire a carne ainda no açougue

Como o produto não costuma ser embalado nesses locais, não se envergonhe e peça para cheirar. Claro, você não vai pegar a peça nas mãos, mas se estiver desconfiando da aparência, peça para que o açougueiro aproxime a carne para que você sinta o odor, que deve ser agradável.

Preserve corretamente a carne em sua casa

O produto não pode ficar mais de 2 dias na sua geladeira. A temperatura ideal para a carne é até 4 graus, mas boa parte das geladeiras conta com uma temperatura entre os 7 e os 8 graus. Então, se não for preparar até o dia seguinte, congele-a. Mesmo assim, procure consumi-la dentro de 30 dias.

Compre a carne num lugar de confiança

A contaminação é um problema que depende completamente da origem da carne. Por isso, compre o seu produto em lugares confiáveis que você já costuma comprar ou que tenha uma boa recomendação. Ao chegar no local, observe se existe uma boa limpeza e organização, além de observar se os funcionários estão utilizando as roupas, proteções e utensílios adequados para manipular as carnes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

Orelha deformada por piercing

Mulher fica com orelha deformada depois de piercing

sintomas cisto na mama

Cisto na mama: conheça os sintomas e tratamentos