Biópsia
Crédito: Freepik
em

Biópsia: quando é necessária e como é feita?

Esse é um exame bastante comum, mas que muita gente tem dúvida de como funciona

Publicidade

A biópsia é um exame muito comum de ser feito porque ajuda no diagnóstico de uma diversidade de problemas de saúde. Se você nunca precisou fazer, mas tem curiosidade sobre como funciona, ou vai precisar fazer em breve, saiba mais sobre a biópsia agora!

O que é biópsia e para que serve?

Esse é um exame considerado invasivo, pois é como um pequeno procedimento cirúrgico. Na biópsia, o médico retira um pedacinho de tecido, seja da pele ou de algum órgão interno, para analisar esse tecido em laboratório.

Isso é feito quando existe a suspeita de que o tecido possui alguma alteração que não pôde ser vista em outros exames ou deixou alguma dúvida.

A biópsia pode ser feita em qualquer órgão e sua finalidade é observar qualquer mudança, como alteração da forma e do tamanho das células. O exame serve até para detectar câncer.

Publicidade

Geralmente, o médico pede a biópsia depois de avaliar exames de imagem e de sangue, mas ainda precisa ter mais certeza do que o paciente tem.

Como é feito esse exame?

Por se tratar de um procedimento invasivo, o paciente que for fazer uma biópsia receberá anestesia local ou uma sedação leve, evitando que sinta dor na hora da retirada do tecido.

Geralmente é um procedimento rápido, que não dói na hora e não precisa de internação. Logo após passar o efeito da anestesia, o paciente pode ir para casa.

Publicidade

Se a remoção de tecido for em um órgão interno, o médico vai orientar o paciente sobre os cuidados que deverá ter para que a cicatrização ocorra sem problemas. Dependendo do caso, pode ser necessário tomar antibióticos.

Depois de alguns dias, o laboratório terá analisado o tecido e sairá o resultado do exame, que deverá ser avaliado pelo médico que o solicitou.

Biópsia líquida é novidade

Hoje em dia, com os avanços da medicina, existem outros tipos de biópsia em desenvolvimento. Um deles é a biópsia líquida, que não é invasiva como a comum.

Publicidade

Nesse tipo, retira-se uma amostra de sangue do paciente, pela qual analisa-se o material genético. É mais usada em casos de câncer para se chegar ao melhor tratamento.

Veja também: Colonoscopia e Endoscopia: para que servem e como são feitos esses exames?

Ar-condicionado pingando água

Ar-condicionado pingando água? Veja possíveis causas e como resolver

Medos infantis

Medos infantis: veja quais são e como ajudar as crianças a lidar