como é alergia à água
Crédito: Freepik
em

Alergia à água: saiba como vive uma pessoa com essa condição

Esse tipo de alergia é raro, e cada paciente precisa testar métodos específicos para evitar ou amenizar as crises

Você já deve ter ouvido falar sobre diversos tipos de alergia, mas já imaginou como é viver com alergia à água? É difícil pensar em lidar com os sintomas alérgicos a uma substância que está presente em vários momentos do dia a dia. Essa doença rara tem o nome de urticária aquagênica, e você vai conhecer agora um pouco da rotina da youtuber Niah Selway, que ficou conhecida por documentar e compartilhar na internet o seu dia a dia com essa doença.

O que é a alergia à água?

A alergia à água foi registrada pela primeira vez em 1964, e seus sintomas são semelhantes a outros processos alérgicos, como lesões vermelhas e inchadas na pele, coceira, ardência e dor nas partes afetadas. A reação ocorre tanto por causa de fontes externas, como chuva, chuveiro, piscina e mar, quanto internas, como lágrimas, suor e urina. Além disso, produtos à base de água, como maquiagens e cremes, também pode desencadear os sintomas.

A vida de uma pessoa com alergia à água

No caso da youtuber Niah, a alergia não causa lesões visíveis na pele, mas causa dor e coceira. Em seus vídeos, ela mostra às pessoas que a água está mais presente na rotina do que se pode imaginar.

O doloroso momento do banho

niah selway com alergia à água
Crédito: Youtube Niah Selway

Niah não deixa de tomar banho, mas esse momento é muito desconfortável para ela. Depois de alguns minutos em contato com a água, seu corpo reage e ela começa a sentir dor e coceira. Quando termina o banho, precisa usar roupas largar e ficar deitada, esperando até que os sintomas desapareçam.

“Tomar banho diariamente, banho de banheira… Machuca. Me deixa com tanta dor que meu dia não pode começar até que eu me recupere da minha reação alérgica”.

Por conta desse sofrimento, ela toma banhos de chuveiro cerca de duas vezes por semana, e nos demais dias prefere se limpar com panos umedecidos que provocam uma reação menos duradoura.

Os produtos para usar durante e após o banho precisam ser escolhidos com cuidado. Niah usa sabonetes para pele sensível e com ervas medicinais, como aloe vera, melissa e centelha asiática. Depois do banho, ela usa hidratantes à base de óleos.

A depilação e a limpeza dos cabelos são feitas separadamente, pois embora também causem reações alérgicas, evitam o excesso de ansiedade por passar mais tempo debaixo do chuveiro.

Fazer xixi não é fácil

É impossível não fazer xixi várias vezes ao dia. Mas Niah adoraria não precisar atender a essa necessidade fisiológica. Depois de urinar, ela passa de 40 minutos a 1 hora sentindo dor nas coxas, nádegas e costas. Por causa disso, ela se demitiu do trabalho.

Uma das formas que ela encontrou para amenizar o contato na urina e da água do vaso com sua pele é colocar papel higiênico dentro do vaso, evitando boa parte dos respingos. Além disso, ela tem protetores de assento que usa para evitar se sentar no bacio úmido.

Mesmo com todos esses cuidados, após fazer xixi ela precisa ficar parada, evitando o atrito da pele nas partes afetadas, pois isso aumenta as reações alérgicas.

Só alguns exercícios específicos

Niah costumava frequentar academia, mas precisou parar por conta das reações alérgicas desencadeadas pelo suor. Ela consegue apenas fazer ioga e caminhada, com muito cuidado para evitar suar demais.

Um banho de chuva não tem nada de prazeroso

niah selway alergia à água da chuva
Crédito: Youtube Niah Selway

De modo geral, Niah evita sair de casa, pois há muitos fatores de risco lá fora. Mas, em especial nos dias de chuva, ela só sai quando não tem escolha.

“Eu não vou a lugar nenhum em dias chuvosos, fico dentro de casa. Levando um guarda-chuva ou não, levando um traje à prova d’água ou não, não há nenhuma forma, é impossível, para mim, sair de casa quando está chovendo muito e não deixar sequer um pingo cair na pele”.

Uma proteção antes da maquiagem

Niah gosta muito de maquiagem e assuntos sobre beleza, mas quase parou de usar esses produtos quando a alergia passou a afetar seu rosto. Então, seu médico receitou um spray à base de óleo que ela aplica no corpo todo, inclusive no rosto, antes de fazer qualquer coisa, inclusive se maquiar. Ele só não funciona no banho.

Para dormir precisa estar na temperatura adequada

niah selway alergia à água do suor
Crédito: Youtube Niah Selway

É comum sentir calor enquanto se está dormindo, mas para Niah, o suor produzido durante o sono pode fazê-la acordar com muita dor.

Tomar água é tranquilo

Desde que a água não encoste na pele, está tudo bem. Na parte de dentro do corpo, Niah não tem alergia.

Existe cura e tratamento para a alergia à água?

De modo geral, as alergias não têm cura, mas é possível encontrar formas de prevenir e aliviar os sintomas. No caso da alergia à água é mais difícil, pois o agente alérgeno está por toda a parte.

Em primeiro lugar, ao desconfiar desse tipo de alergia, a pessoa deve consultar um dermatologista para fazer um teste, no consultório mesmo, expondo uma parte do corpo a um pano umedecido e observando os sintomas.

Então, as técnicas que podem prevenir e aliviar os sintomas começam a ser testadas, e o resultado pode variar em cada paciente.

Em alguns casos existem remédios antialérgicos que ajudam a bloquear os sintomas, além das técnicas usadas por Niah, como evitar produtos à base de água, aplicar spray à base de óleo para criar uma película protetora na pele e usar gel à base de aloe vera para aliviar a dor e a coceira durante uma crise.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
spray caseiro para tirar manchas do box

Como fazer um spray caseiro para tirar manchas do box e de gordura de panelas

bebe morre de parada respiratoria

Bebê morre depois de ser amamentado e polícia investiga o motivo