Amiga com câncer de mama como ajudar
Crédito: Freepik
em

Amiga com câncer de mama: 5 dicas para ajudar

Só quem tem uma amiga com essa doença grave sabe o quão impotentes se pode sentir. Veja algumas dicas para ajudar da melhor forma

Publicidade

Descobriu que tem uma amiga com câncer e não sabe o que fazer? Conheça a experiência de uma mulher que sofreu com a doença, mas que teve os melhores amigos ao seu lado. Veja as dicas de como lidar com o problema e ser realmente útil.

Como ajudar sua amiga com câncer

Heather Lagemann começou a escrever o seu blog, Invasive Duct Tales, depois de ser diagnosticada com câncer de mama, em 2014. Foi nomeado um dos melhores blogues sobre câncer em 2015. Entre os diversos temas, ela conta como sua família e amigos ajudaram a vencer o câncer de mama, incluindo a cirurgia e quimioterapia.

Ela conta que, ao ser diagnosticada aos 32 anos, estava cuidando de um bebê, fazendo tarefas pré-escolares com a outra filha, e assistindo série na Netflix. Foi um susto e a única coisa que ela sabia é que se tratava de uma doença terrível, que as pessoas morriam com ela, como acontecia nos filmes.

Aconteceu o mesmo com muitos dos amigos e familiares, desde a descoberta até cada novo obstáculo. A luta chegou até eles, mas inicialmente não sabiam o que dizer ou fazer. Mas se mostraram mestres em suporte. Por isso, conheça 5 maneiras de ajudar alguém com câncer, com base no que eles fizeram.

Publicidade

Seja normal

Este parece ser o senso comum, mas tem que ser dito. Quem está com câncer não quer que as pessoas olhem de forma diferente, e ou que tratem de forma diferente. Heather foi diagnosticada com câncer antes da Páscoa e pediu à família que agisse normal nesta época. Não significa que ignorassem o fato de estar doente, algo que não seria normal. Mas que não ficasse lembrando o tempo todo que a doença estava ali.

Ou seja, se costuma sair com as amigas uma vez por mês, convide sua amiga com câncer. Ela pode não conseguir ir, mas é bom para se sentir normal. Leve-a para assistir a um filme ou leve alguma coisa gostosa (e preferencialmente bem gelada) para vocês dividirem. Pergunte como ela está, e dê-lhe a liberdade de desabafar.

Tenha proatividade

Isto significa nunca, nunca, nunca diga algo como: “se você precisar de alguma coisa, me avise”, ou “por favor, me ligue se precisar de ajuda”. É difícil pedir ajuda. Quando Heather estava fazendo quimioterapia, apareceu um conhecido e cortou a grama do seu jardim. Ele não falou com ela nem bateu na porta. Ele só foi lá e fez isso.

Publicidade

Pessoas com câncer tendem a ter a rotina completamente alterada e precisam de ajuda para tarefas, como:

  • Ter comida na mesa: preparar as refeições é uma grande ajuda. Se evita muito estresse e cansaço se souber que já tem comida pronta para o dia. Principalmente se tiver crianças pequenas, como foi o caso de Heather;
  • Ajudar com as crianças: isso pode variar, mas tem muitas mamães que nem podem pegar o próprio bebê, até por semanas após a cirurgia. Os melhores amigos de Heather reuniram-se e fizeram um calendário de acolhimento das crianças que se encaixava em suas necessidades, fazendo com que ficasse mais leve para elas e a amiga;
  • Dar aquela geral na casa: sua amiga não vai ter tempo nem energia para isso. Ninguém gosta de ver a casa caindo aos pedaços, mas muitas vezes é inevitável. Então, se quer mesmo ajudar, reserve um tempinho para passar lá e lavar a louça, dar aquela varridinha ou quem sabe, um mutirão da faxina no fim de semana?

Não coloque pressão sobre ela

Há muita coisa acontecendo ao mesmo tempo: consultas, exames, medicamentos, sentimentos e medos, e provavelmente uma menopausa induzida por quimioterapia. Então, se ela não ligar de volta ou ignora as chamadas, deixe-a descansar e continue tentando. Nada de ficar dizendo que tentou falar e ela ignorou.

Também não adianta ficar falando sobre terapias naturais e outros métodos alternativos, exigindo que ela o faça. Acredite, sua amiga certamente pesquisou sobre isso e pode até ser que tenha vontade de começar. Mas falta energia e às vezes dinheiro mesmo, então cobrar vai fazer com que se sinta pior e mais ansiosa.

Publicidade

Não tente “consertar” as coisas

Não se está falando de coisas quebradas pela casa, essas fique à vontade para fazer. Mas todo mundo sabe o quão tentador é dizer “você vai ficar bem” ou “você é tão forte! Você vai vencer isso!” ou “basta manter uma atitude positiva”. Dizendo essas coisas podem fazer você se sentir melhor, mas não vai fazê-la se sentir melhor, porque você realmente não sabe se ela vai ficar bem. Ela é forte, mas realmente não tem uma palavra a dizer na forma como isto vai acabar.

Faça ela se sentir especial

Não há dúvidas de que sua amiga realmente é especial para você, ou você não estaria lendo isto. Mas há uma grande diferença entre amar alguém e deixá-los saber que você os ama. Diga como você se sente com relação à doença e mostre o quanto também está triste com isso. Aproveite para dizer o quanto ama sua amiga com câncer ou sem, porém o mais importante: mostre com atitudes como as citadas nesse artigo e muitas outras.

Pessoas mal-humoradas vivem mais

Pessoas mal-humoradas vivem mais, afirma estudo alemão

fases do luto

Fases do luto: quais são e o que fazer em cada uma