Com aeroportos fechados filho viaja sozinho de barco para ver o pai
Crédito: Instagram Juan Manuel Ballestero
em

Com aeroportos fechados, filho viaja sozinho de barco para ver o pai

Foram 75 dias em alto mar durante a pandemia, repletos de encantamentos e desafios

Juan Manuel Ballestero é argentino e estava em Portugal no início da pandemia. Como muitas outras pessoas, ele ainda não tinha se dado conta da gravidade, até fecharem os aeroportos, sem previsão para reabertura. Foi então que ele percebeu que poderia perder o aniversário do seu pai, já com 90 anos. Juan não perdeu tempo e decidiu que veria sim seu pai, custe o que custar.

No auge dos seus 47 anos, Juan não pensou duas vezes: comprou mantimentos, entrou no seu veleiro e, dias antes dos portos também fecharem, começou a viagem de quase 10 mil quilômetros. Uma jornada solitária e cansativa, mas que certamente valeria a pena ao final. Aliás, ele percebeu que também era mágica em todo o percurso. Olha que companhia maravilhosa ele encontrou no mar:

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Juan Manuel Ballestero (@skuanavega) on

Infelizmente, os mantimentos não foram suficientes e ele não pôde desembarcar para comprar mais. Depois de mais alguns dias, o combustível também acabou. Ele ficou dependendo do que encontrava no mar para se alimentar, e do vento para se locomover. Tanto que ficou 10 dias parado (porque não havia vento), tendo inclusive que limpar o casco do veleiro nesse período, já que quando fica sem movimento, vários moluscos e outras coisitas acabam se fixando na área externa.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Juan Manuel Ballestero (@skuanavega) on

Já perto de chegar em casa, após 75 dias em alto mar, ele disse que passou pelo sul do Brasil para se abastecer e mostrou como era complicado navegar tomando chá e comendo nossa famosa bolacha maizena. Por outro lado, a satisfação de estar chegando em casa era notória no semblante do já exausto filho coruja.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Juan Manuel Ballestero (@skuanavega) on

Chegando em casa, no próprio porto, ele foi obrigado a fazer o exame de covid, que atestou negativo. E adivinhe! Juan foi liberado para ver seu pai idoso exatamente no dia dos pais. Uma emoção que ele realmente não esperava vivenciar.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Juan Manuel Ballestero (@skuanavega) on

Claro que não poderia faltar o mais importante nesse artigo, certo? Você também está querendo ver o paizinho de 90 anos de Juan? Então mate a curiosidade e aproveite para refletir na frase que ele colocou na legenda: “A fé cruza oceanos“.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Juan Manuel Ballestero (@skuanavega) on

Espanha é exemplo de distanciamento social praia

Praia na pandemia: Espanha é exemplo de distanciamento social

Pílula anticoncepcional masculina foi testada com sucesso pela 1ª vez

Pílula anticoncepcional masculina foi testada com sucesso pela 1ª vez