facilitar a adaptação na creche ou com a babá
Crédito: Freepik
em

7 Dicas para facilitar a adaptação na creche ou com a babá

Toda ajuda é bem-vinda nesse momento que exige alguns cuidados também

A entrada da criança na creche ou a chegada da babá é sempre um grande marco, tanto para a criança, quanto para os pais. Por isso, é muito importante facilitar a adaptação do pequeno, com essas dicas que se encaixam para as mais diversas situações.

7 Dicas para a criança se adaptar melhor

Desde saber escolher bem o local, até lidar com os próprios sentimentos, levar a criança à creche ou deixar com um profissional é sempre um desafio inicial para os pais.

1. Estabeleça uma vinculação segura

Para uma maior maturidade emocional e consequente segurança e independência, é importante a vinculação entre a criança e seus pais. Essa ligação é um poderoso laço afetivo que reflete na dinâmica da relação entre os pais e o bebê. Dessa forma, influenciará em outras interações sociais, facilitando as relações de confiança e exploração pela criança.

2. Escolha da creche e profissional

Deve-se verificar a higiene do local, a organização e os cuidados dos funcionários com as crianças. Verifique se há cuidadores suficientes para todas as crianças, devendo a proporção máxima ser de 1 cuidador para 8 crianças. Já a babá deve ter uma boa indicação, experiência e valores parecidos com os da sua família.

3. Prepare seu bebê com alimentos sólidos

Introduza sucos naturais e papinhas antes dele entrar na creche, para que ele já esteja acostumado com essas novas formas de alimentação. Se isso não for feito, a adaptação da criança será muito mais complicada, principalmente se ela tiver entre 1 e 2 anos de idade. O mesmo vale para a chegada de uma babá: a transição é muito mais fácil se feita com os pais, aos poucos.

4. Faça na idade adequada

Normalmente, a criança tem que ter um desenvolvimento motor e cognitivo adequados para entrar na creche, o que exige cuidados para que ela entre em uma creche apenas a partir de 1 a 1,5 ano. Mas o ideal mesmo é que ela entre por volta dos 2 anos e meio aos 3 anos.

5. Demonstre que está tudo bem

É normal que o responsável sinta muitas saudades e vontade de buscar a sua criança de volta da creche ou do colo da babá o quanto antes. Porém, é importante controlar esse sentimento, para que a criança também não se sinta assim, o que iria gerar isolamento por parte do pequeno e vontade de ir embora ou ficar somente com você.

6. Tenha uma base de suporte na creche

Em oposição ao fato de não demonstrar receio para a criança, o que é possível de se fazer é ter alguma outra figura parental de confiança para estar próxima quando for necessário. Assim, isso facilitará a adaptação à possíveis crises emocionais da criança.

7. Mantenha a voz calma

Manter uma voz tranquila ajuda muito a criança a ficar relaxada, já que a figura de confiança dela também aparenta estar tranquila, devido a sua voz calma. Pode parecer um detalhe irrelevante, mas isso fará toda a diferença.

Exercícios respiratórios para controlar emoções

5 Exercícios respiratórios para controlar emoções

herança secretaria

Sem filhos, idoso deixa herança para a secretária