Sinais de que você não tem autoridade com o seu filho
Crédito: Freepik
em

5 Sinais de que você não tem autoridade com o seu filho

A primeira figura de autoridade na vida dos filhos deve ser do pai e/ou da mãe

Publicidade

Muitos pais são chamados de “moles” porque deixam os filhos “pintar e bordar” sem lhes oferecer uma educação com autoridade. Veja bem, o termo autoridade é diferente de autoritarismo.

Ter autoridade sobre seus filhos é fazer com que eles saibam que devem obedecer aos pais, pois estes são seus responsáveis e cuidadores. Já o autoritarismo se refere a exercer a autoridade com tirania, violência física ou verbal, dominação.

É bem importante separar essas duas coisas, pois as crianças necessitam de autoridade para serem guiadas pelo bom caminho, mas isso pode e deve ser feito sem autoritarismo, ou seja, com respeito à criança e seus direitos legais.

Publicidade

Os pais muito bonzinhos, que não dão limites aos filhos, não precisam ter medo de colocar regras na casa e exigir que elas sejam cumpridas pelo bem dos filhos. Se não fizerem isso, a criança não saberá para qual caminho seguir, não aprenderá sobre respeito, organização e limites. É preciso haver um equilíbrio.

Será que você é muito mole com seus filhos e está prejudicando o desenvolvimento deles com isso? Veja os sinais da falta de autoridade, de acordo com os profissionais consultados pela Rede Nacional da Primeira Infância.

1. Você não dialoga com seus filhos

Mesmo as crianças pequenas precisam de diálogo. Assim, elas aprendem que para tudo existe uma explicação, um motivo. O diálogo ensina a ouvir e ser ouvido, a argumentar e respeitar. Da mesma forma que é errado dizer apenas “não pode porque eu tô mandando”, não é certo dizer “sim” para tudo que os filhos fazem, mesmo quando é errado, mas você não quer deixá-los tristes. É preciso saber a hora de dizer “não” e explicar o motivo, pois é assim que seus filhos vão agir quando precisarem argumentar com outras pessoas ao longo da vida.

Publicidade

2. Você finge que não vê quando seu filho erra

Se não for você a pessoa que vai chamar a atenção do seu filho quando ele agir de forma inapropriada, quem é que vai? Você é o responsável por fazer isso. Seu filho deve enxergar em você uma figura de autoridade; a pessoa a quem ele deve respeito e a quem ele segue o exemplo sobre como agir nas mais diversas situações. Não feche os olhos para os erros do seu filho, ou ele entenderá que a pode criar as próprias regras.

3. Você sempre cede às vontades do seu filho

Mesmo quando você estiver cansado e não quiser se incomodar, é importante saber dizer não, argumentar e impor limites. É claro que, de vez em quando, não há mal em ceder a uma vontade do seu filho, desde que ele saiba valorizar o que está recebendo, e saiba que teve essa vontade concedida porque fez por merecer. Mas, se você sempre ceder quando seu filho for insistente, ele saberá que sempre vai ter o que quiser quando fizer birra ou colocar as pessoas no limite da paciência.

4. Você sempre diz “pede para sua mãe/pai”

Quando seu filho vem lhe pedir alguma coisa, você costuma passar a responsabilidade para seu marido ou esposa? Ao fazer isso, seu filho vai entender que a sua opinião e as suas ordens não têm valor, e que não adianta falar com você, pois não existe autoridade na sua figura. Pelo menos se esforce para dividir as responsabilidades e mostrar ao seu filho que você é sim um exemplo a ser seguido, que a sua presença e a sua opinião importam.

Publicidade

5. Você não impõe regras nem rotina em casa

Uma coisa é oferecer uma criação livre para seus filhos, permitindo que eles façam escolhas e participem da rotina da casa.

Outra coisa bem diferente é nunca estabelecer regras nem uma rotina a ser seguida. As crianças precisam de regras e rotina para aprenderem a conviver na comunidade e até mesmo para se desenvolverem de forma mais sadia.

É importante ter alguns horários e tarefas fixos, como para se levantar, fazer as refeições principais, fazer o dever de casa e ir para a cama. Ao estabelecer esses limites, seu filho verá em você um bom exemplo de como gerir a própria vida de forma organizada e eficiente.

Publicidade
Sinais de que você é uma ótima mãe

5 Sinais de que você é uma ótima mãe

Melhores dicas para fazer panqueca

Melhores dicas para fazer panqueca – fina ou fofa