em

Cervicobraquialgia: o que é, sintomas e tratamento

Conheça as causas e os tratamentos dessa dor intensa.

cervicobraquialgia

Já ouviu falar de cervicobraquialgia? Essa palavra complicada e desconhecida por muitos, serve para definir uma condição muito comum. Sabe aquela dor incapacitante na área cervical que parece ir do pescoço até à ponta dos dedos, passando pela medula espinhal e pelos braços? A essa dor incapacitante é dado o nome de cervicobraquialgia.

Estresse, ansiedade e artroses podem estar na origem dessa dor que não é condição apenas de esportista. Tratar com medicação prescrita por um especialista é, normalmente, eficiente. Pacientes com dores mais intensas, porém, têm de ser submetidos a uma cirurgia.
Perante uma cervicobraqualgia, qualquer gesto simples como um mero acenar de cabeça vira tortura. Esse problema tem base na coluna, e qualquer movimentação que mexa com ela vai ser extremamente dolorosa.
Essa inflamação tende a começar mesmo pela coluna, alcançando o ombro, a escápula, os braços podendo mesmo chegar à caixa torácica. Ela acontece quando os ligamentos e as fibras nervosas, que estão dentro das vértebras na região superior da coluna inflamam.

O que pode provocar uma cervicobraquialgia?

1. Lesões traumáticas

Lesões sofridas durante um acidente, ou mesmo alguma agressão causada pela prática de esporte.

2. Estresse e ansiedade

3. Reumatismo

Processos inflamatórios também podem estar na origem da dor.

4. Doenças degenerativas

A artrose, por exemplo, é uma doença que pode evoluir no sentido de uma cervicobraquialgia.

5. Processos infecciosos

Doenças como a tuberculose podem originar cervicobraquialgia.

Sintomas da cervicobraquialgia

  • Dor intensa acompanhada por calor excessivo, quase como se estivesse queimando
  • Câimbras fortes
  • Fraqueza muscular
  • Sensação repentina de frio ou calor
  • Transtorno de sensibilidade
  • Dor de cabeça
  • Dificuldade em movimentar o pescoço
  • Tonturas e náuseas

Tratamentos para a cervicobraquialgia

Para melhor diagnosticar e tratar essa condição, o melhor é consultar a opinião de um especialista. O processo mais comum leva à prescrição de medicação adequada.

Em alguns casos é recomendado ao paciente que faça algumas sessões de fisioterapia. Isso vai permitir que a dor seja acalmada, ao mesmo tempo que as extremidades são recuperadas.

Para aliviar, as duchas quentes e as bolsas de água quente são recomendadas. Massageie a área dolorida com álcool de alecrim e veja como a dor pode ser atenuada.

É fundamental que, perante o diagnóstico dessa condição, o paciente faça repouso. Descanse de barriga para cima com o braço dolorido atrás da cabeça.

Na maioria dos casos, as melhorias ocorrem naturalmente, de um mês a seis semanas. Quando o problema é crônico, as dores são mais intensas e custam mais a passar. Uma alimentação adequada, a prática regular de exercício e uma menor exposição a situações que possam desencadear estresse e ansiedade são atitudes que podem prevenir essa dor.

Em alguns casos pode ocorrer a necessidade de prosseguir com uma cirurgia.

Assista a seguir o vídeo com um médico falando sobre o assunto:

 

Compartilhe essa dica!

15 Comments

Leave a Reply
  1. Nossa eu tenho deficiencia cervical, q conforme eu fazer qualquer esforso, acabo ficando aéria com tonturas, e doi a coluna toda, e braços!! gostaria de saber se pra este problema tem cura? porq eu ando superando no dia a dia atravez de antiflamátórios,é aborecente demais estas dores,o pior q pra quem olha pra gente e n, tem o mesmo problema, naõ consegue acreditar q agente sente tudo isto!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0

Comentários

comentários

Frutas e legumes: o segredo para a felicidade

Injeção reduz o colesterol ruim com eficiência